17/06/2023 às 23h43min - Atualizada em 19/06/2023 às 00h00min

Mãe é presa por submeter filha de 10 anos a abusos sexuais em troca de dinheiro

Chocante caso de exploração infantil no interior do Amazonas revela envolvimento de caseiro e pornografia infantil encontrada em sua residência

SALA DA NOTÍCIA SILAS LAURENTINO
www.florestafm.com.br
FOTOS: Reprodução
No município de Codajás, no interior do Amazonas, uma chocante ocorrência envolvendo abuso sexual veio à tona. Uma mãe de 26 anos foi presa sob a acusação de submeter sua própria filha, uma criança de apenas 10 anos, a abusos sexuais em um sítio localizado no quilômetro 14 da estrada Ozias Monteiro. O caso veio à luz após denúncias recebidas pelo Conselho Tutelar de Codajás, que relataram a participação da mãe em um perturbador esquema de exploração sexual, envolvendo um caseiro de 59 anos.

As investigações, conduzidas pela Delegacia Interativa de Polícia, revelaram que a mulher vinha entregando sua filha aos cuidados do caseiro durante os finais de semana nos últimos três meses, período em que os abusos ocorriam de forma repetida. A apreensão do celular do acusado trouxe à tona mensagens de texto que comprovam a participação ativa da mãe no ato criminoso, solicitando valores que variavam entre R$ 20 e R$ 200 em troca dos abusos cometidos contra a criança.

A terrível situação foi agravada quando, durante a operação policial, foram encontrados diversos DVDs contendo material pornográfico infantil na residência do caseiro, além de preservativos. Essas evidências reforçam a gravidade dos crimes cometidos e apontam para a existência de uma rede de exploração sexual.

Diante dos fatos, tanto a mãe quanto o caseiro foram presos e agora enfrentarão as consequências legais por seus atos abomináveis. É fundamental ressaltar a importância das denúncias e da atuação das instituições responsáveis, como o Conselho Tutelar e a Polícia, na proteção e no combate aos abusos sexuais contra crianças. A sociedade deve estar atenta e vigilante, unindo esforços para garantir a segurança e o bem-estar das vítimas, assim como a punição exemplar dos perpetradores de tais crimes abomináveis.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp