14/04/2021 às 08h15min - Atualizada em 14/04/2021 às 08h15min

Primeiro-ministro francês critica uso de hidroxicloroquina e usa Brasil como exemplo

A fala foi feita durante o anúncio da suspesão dos voos

Redação Agora Joinville
Agência Brasil
Nessa terça-feira (13) o primeiro-ministro francês Jean Castex fez críticas a prescrição e uso de hidroxicloroquina para tratamento da covid-19. Como exemplo da ineficácia do medicamento contra a doença, ele citou o Brasil.

"O Presidente da República [do Brasil] em 2020 aconselhou a prescrição de hidroxicloroquina", disse Castex em meio a gargalhadas do Parlamento. "Gostaria de lembrar que o Brasil é o país que mais prescreveu [o medicamento]."

O discurso foi feito durante o anúncio da suspensão de voos entre os dois países. "A gravidade da situação no Brasil é cansativa. Eu lhes recordo, diante da representação nacional, que sofre uma situação absolutamente dramática, e a periculosidade da variante do mesmo nome que, efetivamente, apresenta dificuldades reais", lamentou o primeiro-ministro.

 

"Tomamos conhecimento de que a situação está piorando e decidimos suspender todos os voos entre a França e o Brasil até segunda ordem", afirmou Castex.

Vários importantes médicos franceses vinham pedindo há dias que o governo do país suspendesse todo o tráfego aéreo com o Brasil.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

93.0%
4.7%
2.3%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp