18/05/2023 às 17h53min - Atualizada em 19/05/2023 às 08h00min

Simonato Cidadania indica caminhos para a tão sonhada nacionalidade italiana

Lilian Ferro explica que viabilizar o processo de reconhecimento é uma questão de planejamento e organização

SALA DA NOTÍCIA Elder Purgato Ibanhez
Épik Comunicação
Marinho

Quando o futuro é bem planejado, os resultados esperados sempre têm mais chances de serem positivos. É seguindo essa linha de raciocínio que a empresária e CEO da Simonato Cidadania, Lilian Ferro, trouxe diversas alternativas para tornar possível a viabilização do reconhecimento da cidadania italiana aos milhares de descendentes que vivem no Brasil e possuem esse direito.

Há alguns anos atrás, muitas pessoas acreditavam que entrar com um processo de reconhecimento da cidadania italiana era financeiramente inviável. Os custos com advogados, documentação, entre outras ações necessárias, tornava o investimento fora da realidade de muitas famílias.

Porém, nos últimos anos, algumas facilidades começaram a surgir e tornar o sonho mais viável, até mesmo para aqueles que não achavam ser possível tal processo.

Vale ressaltar que o passaporte italiano foi classificado como o terceiro passaporte mais importante do mundo em 2022, segundo avaliação realizada pela Henley & Partners, já que o país é apontado como a oitava economia mais poderosa do planeta. Outro fato interessante é que aproximadamente 15% da população do Brasil descende de lá, ou seja, mais de 30 milhões de brasileiros têm direito à cidadania italiana, dados compartilhados pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini.

Sendo assim, Lilian explica que o primeiro passo é ter a certeza dos graus de parentesco para garantir que o processo tenha o andamento desejado. “Hoje trabalhamos de maneira assertiva, sempre antes de uma pessoa investir de fato na busca pelo reconhecimento da cidadania italiana. Ninguém perde quando a informação é clara e honesta. Se há chances reais para alcançar o êxito, é possível seguir. Quando não há, deixamos bem claro os motivos”, diz. 

Com a certeza do parentesco e dos documentos comprobatórios, o segundo passo é investir. E para isso existem possibilidades como o parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito, como uma espécie de financiamento, lembrando que o benefício adquirido com a dupla cidadania é para sempre e realizado apenas uma vez. 

Após ser tomada a decisão de seguir com os trâmites legais do processo, é de extrema importância escolher bem os profissionais que irão atuar com toda a documentação. “O essencial é buscar uma empresa ou assessoria especializada, que possua uma equipe preparada e qualificada para alcançar o objetivo final do solicitante. Antigamente, era mais difícil o processo e a grande a chance de fracasso, pois não existiam empresas especializadas, tudo era diretamente nas mãos de um advogado, etc”, enfatiza Lilian.

Diante da conquista da cidadania italiana, os descendentes passam a adquirir ainda mais vantagens, que fazem valer a pena todo o investimento, como por exemplo, não precisar de visto para visitar os Estados Unidos da América por até 90 dias, sendo necessário apenas preencher o formulário chamada ESTA (Electronic System for Travel Authorization).

A livre circulação pelos países da União Europeia também é outra grande vantagem que torna tudo ainda mais atrativo, além é claro, do que pode ser proporcionado e usufruído no continente. “Sabemos que a qualidade de vida, educação, saúde, oportunidades de trabalho, lazer, entre tantas outras coisas que encontramos nos países da Europa, abrem as portas para uma nova vida, uma nova história”, acrescenta a empresária.

Por essas e outras tantas razões, planejar e organizar um passo como esse na vida, é garantir diversas experiências inesquecíveis, que certamente farão toda a diferença e estão ao alcance de todos.

Sobre a Simonato Cidadania:

Fundada em 2016, com sede localizada em São Paulo, no famoso bairro da Liberdade, a Simonato Cidadania é a idealização do sonho de Lilian Ferro e sua sócia. Com o desejo de se tornar uma cidadã europeia, Lilian iniciou, também em meados de 2016, o processo para reconhecimento de sua cidadania italiana. Foi aí que os obstáculos se transformaram em oportunidades. Após um longo estudo de mercado e muita determinação, ela e Juliane arregaçaram as mangas e embarcaram no sonho de centenas de descendentes, utilizando das próprias experiências boas e ruins para ajudar outras pessoas. No começo da atuação da empresa, os trabalhos eram realizados apenas pelas duas. Em menos de dois anos, a empresa já contava com quatro funcionários e, durante a pandemia, entre 2020 e 2021, passaram para um quadro de 30 colaboradores, com um crescimento acelerado no faturamento de mais de 700%. Se não bastasse todos os diferenciais citados, a Simonato Cidadania ainda exerce uma função social muito importante. Como meta, ela prioriza a contratação de mulheres e da comunidade LGBTQIA+ para compor a equipe, sempre em busca de valorização e combate à discriminação que, querendo ou não, ainda permanece enraizada na sociedade como um todo. E é atuando no verdadeiro sentido da palavra confiança que a Simonato Cidadania vem tornando sonhos possíveis e aproximando milhares de brasileiros de um dos países mais importantes e queridos da Europa, a bela Itália.

Para saber mais sobre o trabalho de Lilian Ferro, da Simonato Cidadania, basta segui-la em suas redes sociais:

Instagram
YouTube

www.simonatocidadania.com.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp