13/04/2021 às 08h44min - Atualizada em 13/04/2021 às 08h44min

Proposta de vereador inclui árvore bisnagueira em lista de plantio proibido

O texto prevê multa de mais de R$ 3 mil para quem produzir ou plantar

Redação Agora Joinville
Sidney Marlon de Azevedo
Divulgação
Uma proposta que tramita pela Câmara de Vereadores de Joinville quer incluir uma árvore na lista de plantas cuja produção e plantio serão proibidos no município. Segundo a proposta, a spathodea campanulata, nome científico da planta mais conhecida como bisnagueira, produz uma toxina que é letal para abelhas e prejudicial para aves como beija-flores.

Caso a proibição seja aprovada, haverá uma multa de dez Unidades Padrão Municipais (UPM), que correspondem hoje a R$ 3.168,80. A proposta, que é do vereador Adilson Girardi (MDB), ainda visa estimular a substituição da planta por espécies nativas e, no caso de manutenção da árvore por impedimento do corte, que sua poda seja feita antes das floradas.

O texto também será avaliado pela Comissão de Urbanismo antes de ser apreciado pelo Plenário. Em nível estadual, também já há uma lei proibindo a produção e plantio da árvore.

Além da bisnagueira, que ficaria proibida em todo o município, a outra espécie proibida é a ficus benjamina, ou figueira benjamim, que não pode ser plantada a menos de 5m de logradouros públicos. A justificativa para a proibição nessas condições é o dano a calçadas que as raízes da árvore podem causar. As figueiras da avenida Hermann August Lepper são dessa espécie.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.9%
4.5%
4.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp