09/05/2023 às 13h15min - Atualizada em 10/05/2023 às 08h00min

O potencial da energia solar no Brasil: país está entre os dez com maior potência instalada

Sempre atenta para se antecipar às movimentações do mercado, Quantum Engenharia, empresa catarinense, acompanha as transformações das últimas décadas

SALA DA NOTÍCIA Aryani Andrade | Estrutura de Comunicação
www.quantumengenharia.net.br
Divulgação/Quantum Engenharia
O uso da energia solar no Brasil tem crescido significativamente nos últimos anos. A fonte solar é uma das principais alternativas para diversificar a matriz energética brasileira, reduzir a dependência de hidrelétricas e termelétricas e aumentar a sustentabilidade do setor energético.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), a capacidade instalada de geração de energia solar no Brasil passou de apenas 1 MW em 2012 para 24 GW em 2022, o que representa um aumento significativo em uma década. 

Segundo dados da Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena), no mês de março deste ano, o Brasil entrou, pela primeira vez, na lista dos dez países com maior potência instalada acumulada da fonte solar fotovoltaica, e está prestes a alcançar 28 GW de capacidade operacional. 

O crescimento da energia solar no Brasil tem sido impulsionado por diversos fatores, como a redução do custo dos equipamentos de geração de energia solar, a ampliação das linhas de financiamento para projetos de energia renovável e a criação de políticas públicas que incentivam o uso da energia solar, como a Resolução Normativa 482/2012, que estabeleceu o sistema de compensação de energia elétrica para micro e minigeradores de energia solar. 

A busca por formas alternativas de geração de energia cresce de maneira acelerada no Brasil. Sempre atenta para se antecipar às movimentações do mercado, a Quantum Engenharia, empresa catarinense, acompanhou as transformações das últimas décadas e, desde 2014, atua também no setor de energias renováveis, com foco em grandes projetos de geração de energia fotovoltaica.

Em Santa Catarina, a Quantum é responsável pelos sistemas implantados em vários prédios públicos, entre eles a reitoria da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), a Superintendência Regional da Polícia Federal e a Assembleia Legislativa do Estado (Alesc), onde a cada ano o consumo de energia deve diminuir 20% e resultar em um ganho ambiental equivalente a deixar de emitir 174 toneladas de CO² na natureza. A nível Brasil, outras grandes obras merecem destaque como a construção da Usina Fotovoltaica do Terminal Aéreo de Maringá, que contempla a instalação de 1.560 módulos de 545 Wp e também a Usina Fotovoltaica do Tribunal de Justiça do Paraná que possuirá 10.980 módulos de 545 Wp. A soma das duas usinas irá gerar 8.766,85 MWh/ano o que será equivalente a uma redução de 116.160 toneladas de emissão de CO² na atmosfera.

Em resumo, o crescimento da energia solar no Brasil tem sido bastante expressivo nos últimos anos e a tendência é que essa fonte de energia renovável continue a se expandir no país, impulsionando a diversificação da matriz energética brasileira e contribuindo para a redução das emissões de gases de efeito estufa.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp