09/05/2023 às 07h36min - Atualizada em 09/05/2023 às 08h00min

Espécie rara de raia-jamanta é avistada em parque marinho da Baixada Santista

Biólogo do Parque Estadual Laje de Santos foi um dos que presenciaram a fêmea de 5 m de envergadura; encontro teve registro em fotos e vídeo

SALA DA NOTÍCIA Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/especie-rara-de-raia-jamanta-e-avistada-em-parque-marinho-da-baixada-santista/
DownloadGoverno do Estado de São Paulo
Fêmea da espécie ameaçada de extinção avistada em Santos possui cerca de cinco metros de envergadura

O Parque Estadual Marinho Laje de Santos, na Baixada Santista, voltou a receber a visita de uma raia-jamanta após quatro anos da última aparição no local. Com cerca de cinco metros de envergadura, a fêmea da espécie ameaçada de extinção foi avistada pelo biólogo e instrutor de mergulho Léo Francini, que trabalha como monitor ambiental no parque.

O animal apareceu durante um passeio de mergulhadores no dia 1º de maio. O encontro foi registrado em fotos e vídeo. “Apesar de ser biólogo e ter mergulhado com raias-jamanta, toda vez que encontro um animal desse porte a emoção é muito grande. Foi inesperado”, conta o biólogo. “Fazia um tempo que eu não via. Passou por cima da gente, ficou por alguns segundos, e foi embora”.

O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos é reconhecido internacionalmente como o melhor ponto de estudo e observação da espécie em todo o Atlântico Sul. Francini atua no projeto Mantas do Brasil, de conservação e estudos sobre a espécie, e confirma que o parque na Baixada não tinha registros da presença de raias-jamanta desde 2019.

Apesar do grande porte, a raia-jamanta não é agressiva e não possui ferrão. Fundado há dez anos, o projeto Mantas do Brasil tem como objetivo conhecer e preservar as raias-jamanta, por meio de ações de pesquisa e educação ambiental. Maior arraia do mundo, a espécie pode atingir até oito metros de comprimento e pesar duas toneladas.

A temporada de observação das raias gigantes no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos é sempre com a chegada do Inverno. “São animais acostumados a grandes profundidades, mas que sobem para a superfície para se alimentar de plânctons. E é nesse momento que é possível observá-los”, completa.

Único parque estadual marinho, o Laje de Santos foi criado em 1993 é um dos principais pontos de mergulho e fotografia submarina do país. Com 5 mil hectares de área preservada, o local visa a proteção integral de ecossistemas marinhos e também abriga uma grande quantidade de aves marinhas, além de fazer parte de rotas migratórias de baleias e tartarugas marinhas.

O post Espécie rara de raia-jamanta é avistada em parque marinho da Baixada Santista apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp