02/05/2023 às 20h06min - Atualizada em 03/05/2023 às 00h00min

FIT 0/16 e Pueri Expo ampliam oportunidades de negócios para micro e pequenos empresários do mercado infantojuvenil e de puericultura

​​​​​​​Com muitas atrações e lançamentos de produtos, eventos também contaram com mais de 160 horas de conteúdo, possibilitando a troca de experiências e informações 

SALA DA NOTÍCIA 2PRÓ Comunicação
www.fit016.com.br
Lojistas recebem público qualificado na FIT 0/16 e na Pueri Expo

A presença de 250 marcas expositoras e visitantes de 24 países, a 56ª FIT 0/16 - Feira Internacional do Setor Infantojuvenil e Bebê e a 6ª Pueri Expo - Feira Internacional de Negócios em Puericultura reforçaram o compromisso desses setores de fomento ao empreendedorismo e apoio à sustentabilidade da moda.  Promovidos pela Koelnmesse Brasil, os eventos, realizados simultaneamente entre os dias 24 e 26 de abril, movimentaram os corredores do Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte, reunindo um público total de 9.680 mil visitantes.

Para promover a moda sustentável, os eventos recebem o apoio da Associação Brasileira do Varejo Têxtil - ABVTEX, que lidera o Programa ABVTEX e o movimento ModaComVerso, cujo propósito é educar o consumidor para conhecer o processo da produção de roupas e cobrar das marcas transparência e origem responsável dos produtos.

Novamente a feira cumpriu seu objetivo de representar a América Latina neste setor que é muito importante para a Koelnmesse GmbH, analisou Beni Piatetzky, diretor geral da Koelnmesse Brasil. 

Piatetzky lembrou que a empresa, principal organizadora internacional de feiras comerciais para equipamentos de alta qualidade para bebês e crianças, possui três eventos da área no mundo. “Além do Brasil, temos a Kind+Jugend ASEAN, realizada de 5 a 8 de abril em Bangkok, na Tailândia, e a Kind+Jungend, que acontece entre os dias 7 e 9 de setembro deste ano em Colônia, na Alemanha.”

O sucesso das feiras este ano é confirmado pelos expositores, que já estão fechando contratos para a participação no próximo ano, afirma Jonathan Tadayuki, gerente de Projetos da Koelnmesse Brasil. “Já foram fechados 92% dos espaços disponíveis para a edição de 2024, que acontecerá entre 23 a 25 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo.”

Carla Anita Tanaka, gerente de Marketing da Lolly Baby, está entre as marcas que renovaram a participação na FIT 0/16 para 2024. “Já assinamos contrato para estar na próxima edição da feira. Este ano sentimos que esteve mais estruturado. Foi muito bom, tivemos ótimo retorno, com muitos clientes nos visitando e novos contatos. Tanto que fechamos contratos nos três dias do evento e também encontramos com alguns empresários que já vínhamos sondando. Prevemos bons negócios nos próximos meses a partir desses encontros aqui na feira”.

Para a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) a participação na FIT foi muito importante. Segundo Lilian Kaddissi, superintendente executiva de Projetos Especiais da entidade, trata-se de um evento representativo para o setor de moda infantil. “A feira proporciona a oportunidade de apresentarmos os convênios e projetos que temos com parceiros como ApexBrasil, Sebrae Nacional e Governo de São Paulo, além do acesso a diferentes perfis de empresas. A FIT atrai diversos compradores, continuando no nosso radar, especialmente no nosso projeto com o Sebrae, para a promoção de micro e pequenas empresas do setor e do segmento de moda infantil", afirma.

Este ano, as feiras trouxeram atrações como a FIT Fashion Collection, uma passarela kids onde 13 marcas desfilaram suas coleções e tendências da Primavera/Verão 2024, com a curadoria da Revista Bazaar Kids. Ao longo dos três dias, os expositores tiveram a oportunidade de participar de Rodadas de Negócios, reuniões entre fabricantes e lojistas com 10 compradores nacionais e internacionais. 

E como estímulo à inovação e ao desenvolvimento de produtos, foi divulgado o resultado do prêmio Pueri Trends, sob curadoria da Talu Concept. Foram premiados sete lançamentos de puericultura mais inovadores, segundo os critérios da comissão julgadora composta por especialistas de marcas que movimentam o setor, são eles: Talu Concept Baby, Baby Kids, Compare Baby e EP Grupo.

Dentre as atrações, os visitantes tiveram a experiência conhecer os ambientes da 2ª edição da MiniCasa FIT 0/16, inspirados na casa original da Agência Minimundo, localizada no bairro Perdizes (SP), com a produção ao vivo de conteúdo no estúdio, a 2ª edição do Projeto MiniCasa ofereceu um ponto de encontro lúdico para o público; o showroom Pueri Trends com exposição de lançamentos de puericultura mais inovadores. Outro ponto de encontro de profissionais e empresários do setor foi a Loja Conceito f+p Solutions, que apresentou diversas soluções especializadas no varejo de roupas e calçados.

O público também teve acesso a especialistas do mercado, permitindo a troca de experiências, além de obter informações sobre gestão de loja, marketing digital, e-commerce, entre outros temas de interesse. Os conteúdos fizeram parte da programação do Trend Forum, que ofereceu +160 horas, funcionando como uma consultoria para atender de pequenas a grandes empresas e em diversos setores de atuação do varejo Infantojuvenil e mercado de puericultura. 

Presença internacional

Além da presença de visitantes de 24 países, os eventos também reuniram expositores da China, Áustria, Peru, Suécia e Polônia.

A PROMPERÚ Brasil busca impulsionar o crescimento do mercado e incentivar as exportações peruanas. Petite Fourmi, Pima Baby, Petit Voyageur, Cotton Project, BBmio e Diegui’s são as empresas presentes. “Faturamos US$ 40 milhões apenas com o mercado de bebês, mas ainda vendemos pouco para o Brasil. Temos capacidade para atender esse mercado, que valoriza a qualidade e a sustentabilidade”, disse Silvia Seperack, diretora do escritório comercial da empresa.

Entre os representantes da Europa no evento, a Axkid, da Suécia, a MAM Baby, da Áustria, e Misimi, da Polônia. “É uma grande oportunidade para os negócios. Estamos há nove anos no mercado, com a marca já presente na Europa. Agora, buscamos expandir nossos negócios”, ponderou Joana Dobosz, CEO da Misimi.

Apostando na sustentabilidade, a estadunidense Newell Brands trouxe a linha ‘Nuk for Nature’, com uma chupeta feita 98% de material reciclável, além da ‘Lillo friends’ e da ‘Gracco’.

Geração de negócios

Para estimular a geração de negócios foram realizadas as Rodadas de Negócios entre fabricantes e lojistas nos dois primeiros dias da 56ª FIT 0/16 e da Pueri Expo com 10 compradores nacionais e internacionais. Segundo Gabriel Walmory, sócio da Broggini, curadora das rodadas, foram 360 encontros nos três dias de feiras. “As rodadas foram programadas com antecedência, mas tivemos que fazer encaixes pois várias empresas nos procuraram pedindo para participar dos encontros”, afirma. No final foram mais 20% de reuniões que o previsto. “Na média, cada empresa teve sete encontros, ampliando a oportunidade de negócios futuros”, lembra Walmory. A previsão é que as rodadas irão gerar R$ 9,2 milhões em negócios nos próximos meses.

Outra novidade destacada pelo executivo foi a realização de rodadas nos próprios estandes. “Os compradores concordaram em ir até o expositor após as 16 horas, quando encerrávamos as atividades, para conhecer seus produtos e o resultado foi muito bom, conforme apuramos.” Participaram das rodadas de negócios compradores do Uruguai, Paraguai e Chile, além de estados como Alagoas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia e da capital e do interior de São Paulo.

Luciana Ferro, CEO da Sato Kid, estreante na FIT 0/16, comemorou os resultados de sua participação no evento. “A nossa estreia na feira está sendo incrível, estamos super satisfeitos com o resultado. Viemos muito mais para fazer networking, conhecer o lojista, o público que pode ser nosso futuro comprador, porque o nosso trabalho B2B ainda vai começar, mas estamos muito satisfeitos. Tivemos muito retorno, com possíveis negócios que a gente nem imaginava, além do feedback em relação a marca que está deixando a gente muito feliz, sabendo que estamos no caminho certo.”

Moda sintonizada com o social

Iniciativas para atender ou cuidar de crianças e adolescentes ganharam atenção na 56ª FIT 0/16 e na 6ª Pueri Expo, que firmaram parcerias sociais com  ONG Florescer, Aldeias Infantis SOS, Cerzindo e Instituto Cultural Juliana D’Agostini. Em um mundo onde as causas sociais ganham cada vez mais relevância, o segmento da moda também mostrou estar atento a esta tendência global.

A ONG Florescer existe há 33 anos e fornece cursos extracurriculares para jovens dos 4 aos 14 anos na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo. As senhoras e as mães da comunidade também participam da iniciativa com a confecção de peças utilizando resíduos têxteis e com a reciclagem de jeans. A iniciativa, apenas em 2022, conseguiu retirar duas toneladas de jeans da natureza.

Já as crianças que não possuem um lar para ficar são atendidas pelas Aldeias Infantis SOS, que é a maior ONG de acolhimento infantil mundial. Presente em 137 países, a organização está há 54 anos no Brasil. “No mundo são 17 milhões de crianças que não possuem um ambiente familiar. Só aqui no país, atendemos entre 15 e 20 mil pessoas por ano, em 11 Estados e no Distrito Federal”, comentou Alexia Gattermaier, líder de captação.

 

Parceiros da FIT 0/16: ONG Florescer, ONG Cerzindo, Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (SINBI), Bazaar Kids, Blog Pop Pop, Nancy Fukuda, Diomedea, ABRARASTRO/AGRO 360º, Data System. 

 

Parceiros da Pueri Expo: ONG Florescer, ONG Cerzindo, Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (SINBI), Bazaar Kids, Blog Pop Pop, Nancy Fukuda, Diomedea, ABRARASTRO/AGRO 360º, Data System, Talu Concept, Compare Baby, EP Grupo.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp