16/12/2020 às 15h04min - Atualizada em 16/12/2020 às 15h04min

Prefeito Leonel recebe estudos para implantação de Sistema de Transporte Integrado da AMFRI

Projeto inovador é financiado pelo Banco Mundial

 Banco Mundial apresentou em reunião virtual na manhã desta quarta-feira (16) a primeira prévia dos estudos para implantação do Sistema de Transporte Integrado da Região da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) para os municípios que integram o Sistema Norte: Navegantes, Penha e Balneário Piçarras. O projeto se divide em quatro linhas de sistemas interligados de ônibus de transporte rápido BRT.

Os estudos para a implantação estão sendo executados pelas equipes técnicas da AMFRI e do Banco Mundial, que financiará a iniciativa. Os sistemas são: Sistema Sul (Bombinhas a Balneário Camboriú), Sistema Central (Balneário Camboriú à Navegantes), Sistema Norte (Navegantes a Balneário Piçarras) e Sistema Oeste (Luiz Alves à Ilhota).

A previsão inicial de investimento, que foi levantada na fase de viabilidade do projeto, é de mais de US$ 240 milhões para a implantação dos quatro sistemas de BRT. "A previsão é da criação de vias exclusivas para o BRT, promovendo a redução do tempo de viagem em função da prioridade viária e oferecendo baixo tempo de espera ao usuário, junto da alta previsibilidade do transporte", explicou o Prefeito Leonel, que também é presidente da AMFRI.

Para as faixas exclusivas de BRT, um grande plano de desapropriações está sendo elaborado. O Banco Mundial definiu orçamento inicial de US$ 66,9 milhões para as desapropriações, que irão beneficiar os onze municípios com um cálculo inicial em 465 mil m² de desapropriações. A frota de ônibus deverá ser composta preferencialmente por modelos elétricos, eliminando expressivamente as emissões de CO², atuando na melhoria da qualidade do ar.

A próxima fase do processo é a de definição da estrutura de financiamento adequado ao modelo do projeto, seguida da formação da Unidade Gestora de Projetos na AMFRI, a definição de contrapartes por Município e o início da contratação de projetos em nível básico. Essas etapas devem acontecer entre os anos de 2021 e 2022.

Para o Prefeito Leonel, o projeto será um marco para todo o Brasil. "A AMFRI e o Banco Mundial trabalham em um projeto inovador no país, integrando cidades e as necessidades de cada cidadão. Balneário Piçarras tem muito a ganhar com essa integração, que promove acima de tudo, a eficiência no transporte coletivo", exalta.

Além dos sistemas BRT, o projeto contempla ciclovias de alto desempenho e um ousado túnel imerso de 300 metros ligando Navegantes e Itajaí, através do Rio Itajaí Açu. De acordo com o Banco Mundial, o túnel trará vantagens técnicas e econômicas, do ponto de vista da não interferência nos planos de desenvolvimento dos portos das duas cidades. O custo inicial estimado do túnel é de US$ 324 milhões.

Todo o sistema deverá ter o apoio da iniciativa privada no financiamento da implantação, através de modelos de concessão ou privatização. O Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Amfri (CIM-AMFRI), criado em 2019, possibilita a atuação dos municípios no aporte financeiro ao projeto e em demais temas comuns à região.

"Estamos deixando à próxima gestão um grande projeto via AMFRI que beneficiará e muito Balneário Piçarras. Além do sistema regional, já temos licitado a aquisição de dois ônibus para a implantação do Sistema Municipal de Transporte Coletivo, que integra os bairros da cidade. A ideia a médio prazo é de que os sistemas se conversem e formem uma grande rede de transporte coletivo", finalizou o prefeito Leonel.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.7%
6.8%
2.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp