Secretário de Estado de Administração deixa o governo Moisés

Jorge Tasca também está envolvido no processo de impeachment que tramita na Alesc

Foto: Agência AL

Jorge Eduardo Tasca não é mais o secretário de Estado de Administração. O tenente-coronel da Polícia Militar pediu para sair do governo oficialmente nessa segunda-feira (14) e sua exoneração já foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). Por enquanto, quem responderá pela pasta é o adjunto, Luiz Antonio Dacol.

Tasca está arrolado no processo de impeachment que corre na Assembleia Legislativa de SC (Alesc) sobre a equiparação salarial de procuradores do Estado com procuradores da Alesc. Essa é a terceira baixa dos últimos dias. Também deixaram o cargo o chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, e o presidente do Instituto de Previdência de SC (Iprev), Kliwer Schmitt.

Veja a nota na íntegra que o governo publicou nesta segunda:

NOTA OFICIAL

O governador Carlos Moisés aceitou nesta segunda-feira, 14, o pedido de exoneração  do secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca. Durante o período que esteve à frente da pasta, foram conquistados avanços significativos na gestão pública, com inovação, digitalização e revisão de contratos, que resultaram em economia na ordem de R$ 360 milhões aos cofres estaduais. Com a mudança, o atual secretário adjunto Luiz Antonio Dacol assume a Secretaria de Estado da Administração. Os atos de exoneração e nomeação serão publicados no Diário Oficial desta segunda-feira, 14.