05/03/2021 às 08h52min - Atualizada em 05/03/2021 às 08h52min

'Chega de frescura e de mimimi. Vão ficar chorando até quando?', diz Bolsonaro

O presidente fez o discurso durante inauguração de trecho da Ferrovia Norte-Sul

Redação Agora Joinville
Reprodução
"Chega de frescura e de mimimi. Vão ficar chorando até quando?", disse Bolsonaro durante um discurso na inauguração de trecho da Ferrovia Norte-Sul, em São Simão (GO). A afirmação se refere às medidas de combate à covid-19 e chega no momento em que o país bate recorde de mortes diárias devido doença.

Bolsonaro prestou eleogios ao "homem do campo", por não ter parado diante de uma das maiores crises sanitária enfrentadas neste século. "Vocês (produtores rurais) não ficaram em casa, não se acovardaram, nós temos que enfrentar os nossos problemas, chega de frescura e de mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas", disse. 

O presidente ressaltou a importância de respeitar idosos, mas questionou "onde vai parar o Brasil" se a população parar. "Eu apelo aqui, já que foi me castrada a autoridade, para governadores e prefeitos: repensem a política de fechar tudo, o povo quer trabalhar", comentou Bolsonaro alegando que foi impedido de decidir sobre políticas de combate ao vírus. "Vamos combater o vírus, mas não de forma burra, ignorante, suicida”, disparou. 

Vacina

Sobre a vacina, Bolsonaro afirmou que 20 milhões de imunizantes devem chegar neste mês e outras 40 milhões de doses em abril. "Nunca nos afastamos de buscar vacinas, mas eu sempre disse uma coisa, elas têm que passar pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)."

Em uma visita anterior a Uberlândia (MG), o executivo disparou: "Tem idiota que diz ‘vai comprar vacina’. Só se for na casa da tua mãe. Não tem para vender no mundo".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se as eleições presidenciais fossem hoje, em quem você votaria?

1.7%
0.6%
2.8%
2.2%
52.5%
28.2%
9.4%
2.8%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp