02/08/2022 às 11h08min - Atualizada em 06/08/2022 às 00h01min

Resistência bacteriana em pets: motivo crescente de preocupação

De acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) vinculado ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos, a má utilização de antibióticos leva à resistência de micro organismos, comprometendo a ação de medicamentos e gerando problemas de saúde pública de grande impacto à sociedade

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins
Falta de apetite, perda de disposição para brincar e aparência triste são sinais de que algo está errado com os pets. “Ao notar esses sintomas, os tutores devem sempre procurar ajuda de especialista”, recomenda a médica veterinária Suzana Melo, analista técnica de marketing da linha para pets da Syntec do Brasil.
Contudo, muitas vezes os tutores não buscam apoio veterinário e optam por medicar por conta própria os animais. “Está aí uma grande preocupação. Uma decisão mal tomada pode prejudicar o seu bem-estar e, em casos extremos, até a vida de cães e gatos”.
A automedicação é uma prática que acontece, infelizmente. “É preciso entender que o uso indevido de medicação, principalmente de antibióticos, pode causar problemas maiores do que os sintomas, como resistência bacteriana, comprometendo a qualidade de vida dos animais", explica Suzana Melo.
De acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) vinculado ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos, a má utilização de antibióticos leva à resistência de micro organismos, comprometendo a ação de medicamentos e gerando problemas de saúde pública de grande impacto à sociedade.
A especialista da Syntec alerta que "a resistência aos antibióticos é uma defesa natural das bactérias. Essa resistência resulta, sobretudo, da escolha de substâncias ineficazes, doses insuficientes e prazos reduzidos de medicação, bem como o uso indiscriminado sem a orientação de um médico veterinário".
Suzana Melo complementa que a resistência bacteriana também pode ser causada por infecções agudas. "Os casos mais comuns acontecem devido ao contato excessivo com os agentes que deveriam combater a doença. No entanto, também existem infecções agudas causadas por micro organismos super resistentes, que podem ser transmitidos por alimentação e outros animais."
Para auxiliar no combate às infecções, a Syntec oferece Flobiotic, antibiótico oral palatável, de amplo espectro de ação pertencente à família das fluoquinolonas. O produto é composto por enrofloxacina e possui ampla distribuição tecidual. Por isso, é considerado o antibiótico de escolha para o tratamento de diversas enfermidades, entre elas as do trato respiratório, gastrointestinal, gênito-urinário e tegumentar.
"É importante lembrar que qualquer medicamento somente deve ser utilizado sob prescrição médica. O uso de antibióticos deve seguir orientação de um profissional. Somente assim, os tutores estarão ajudando a curar os seus pets.
Sobre a Syntec – A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 18 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Para mais informações acesse: www.syntec.com.br
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp