23/06/2022 às 19h56min - Atualizada em 25/06/2022 às 00h00min

Maratona de contação de histórias passeia por diferentes temáticas no FestMAO Curumim

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
A milenar tradição da contação de histórias tomará a cena da primeira edição do FestMAO Curumim - Festival de Música e Arte Infantil, que começa no próximo dia 28 de junho, em Ribeirão Preto (SP). Realizado em formato híbrido e totalmente gratuito, o evento traz uma agenda cultural com três rodas de conversas na primeira parte, entre os dias 28 e 30 de junho - por sistema de transmissão on-line pelo YouTube e tradução em Libras. Em seguida, a programação artística se concentra nos dias 2 e 3 de julho e oferece dez sessões de contação de histórias e quatro shows musicais no Teatro Municipal da cidade (Complexo Cultural Morro do São Bento, s/nº) - atividades presenciais voltadas para crianças na faixa etária entre dois e 12 anos. 

O festival tem inspiração no tema “Brincadeira” e foi pensado e estruturado para proporcionar ao público infantil o acesso à experiência de um evento artístico, lúdico e pedagógico. “O evento faz um passeio pelo rico repertório popular brasileiro, tanto musical, quanto narrativo, colocando as crianças em contato com a arte nacional em diferentes linguagens”, comenta Carol Capacle, atriz e narradora de histórias, produtora executiva e uma das curadoras do FestMAO Curumim.

Quem conta um conto...

Foto:Divulgação

Nos dias 2 e 3 de julho (sábado e domingo), a maratona de contações de histórias do Festival traz cinco sessões em cada dia. A agenda do sábado começa com “Tatipirun”, às 14h, história contada e cantada pela companhia Renda de Lenda, formada por Carol Capacle e Allê Trajan, também idealizador do festival. Com livre inspiração em “A terra dos meninos pelados”, de Graciliano Ramos, o texto usa o encantamento para falar de empatia e respeito. Raimundo, o protagonista, descobre um lugar onde plantas não têm espinhos, carros conversam com pessoas, aranhas tecem túnicas para as crianças e ele tem liberdade para brincar com esses novos amigos sem vergonha de ser diferente.
        

Foto:Divulgação                                                                               Foto:Divulgação
Em seguida, o ator, contador de histórias, cenotécnico e Drag Queen, Evaristo Moura, traz sua personagem La Diva Croquete, apresentando “Da Criação do mundo ao folclore africano”, às 14h40, colocando em cena a arte, a cultura e os saberes do continente africano, e todo um universo de ancestralidade trazido ao Brasil pelos negros escravizados. Uma contação de histórias cheia de cores e de contos passados de geração em geração. A terceira sessão do sábado “Não sei aonde, quem e o quê”, começa às 15h15, com a arte-educadora Renata Martelli. A narrativa convida as crianças a pensarem junto sobre quem conseguirá realizar a proeza de conquistar o coração de uma moça muito mandona. Uma tarefa que parece ser bastante complicada e impossível. Ou será que não? Para concluir a programação da primeira sessão do sábado, às 15h45, a Cia Dois Palitos apresenta o show musical “Só é feliz quem se arrisca”.
    

Foto:Daniel Barreto                                                                         Foto:Divulgação
A África volta à cena com “A origem do tambor africano”, história que será contada pela atriz e contadora Lorena Ramos, no sábado, às 17h. Neste conto tradicional da Guiné Bissau, o público conhece como surgiu um dos mais importantes instrumentos da cultura africana, mais uma vez resgatando essa ancestralidade na arte de contar e recontar histórias. Tudo regado a muito humor.

Foto:Rogener Pavinski
Uma história de aventuras, artimanhas e coragem fecha a programação do sábado com os atores Anabrisa Tamaso e Edinho Souza, da companhia teatral Vovô Cachola. Eles apresentam “A casa assombrada”, às 17h30, contando os perrengues de dois atores mambembes que viajam pelo interior do Brasil procurando histórias de Pedro Malasartes, o mais querido anti-herói brasileiro. A programação do sábado é encerrada com o show musical “Cantigas para voar com Manuí”, com Grupo Manuí, às 18h05.

Foto:Divulgação

Coragem, memórias e brincadeiras
      

Foto:Divulgação                                                              Foto:Divulgação   

O roteiro de contação de histórias do FestMAO Curumim segue no domingo (3/7) com outras cinco sessões. A primeira, abrindo a programação, às 14h, é “A onça, a tartaruga e o jacaré”, com a atriz e arte educadora Tânia Alonso. Um olhar diferente para o outro, com respeito e simpatia, pode promover preciosas descobertas. É isso que aborda o texto desta contação, a partir de conceitos pré-estabelecidos e que nem sempre representam a realidade. O questionamento central para as crianças é saber se a força física é mesmo mais importante que a inteligência. Na sequência, às 14h40, a Cia Zero, formada pelos atores Fernanda Sotto e Gabriel Galhardo, apresenta “Crescer e partir - mais de mil milhas”, falando de uma menina aventureira e corajosa que atravessou dois oceanos sozinha, num barquinho apenas um pouco maior que ela.
        

Foto:Mariana Ser                                                                Foto:Juliana Hilal 
O domingo terá ainda, às 15h15, “Mesma nova história”, com Mafuane Oliveira, contadora de histórias, educadora e pesquisadora. Atualmente é apresentadora do programa Contos da TV Rá Tim Bum, consultora de projetos culturais relacionados à oralidade, literatura, arte e educação étnico-racial. Delicada e profunda, essa contação leva para o palco as possibilidades que podem florescer entre uma senhora que está perdendo a memória e uma criança que só pensa em jogos eletrônicos. Às 15h45 acontece o show musical “CantaVento 20 anos”, com CantaVento.
      

 Foto:Rogener Pavinski                                                    Foto:Divulgação   
Na segunda sessão do dia, às 17h, Vanessa é a personagem principal da história “Matinta-Pereira”, uma livre adaptação de um conto popular, que será contada pelo ator e arte-educador Ademir Apparício. Num lugar onde pessoas querem destruir o verde e deixar tudo cinza, Matinta-Pereira aparece para proteger a mata onde Vanessa vive com sua avó.
A história que encerra a agenda de contações deste primeiro FestMAO Curumim é “Cozinhando com Utopim”, às 17h30, texto que fala sobre o caipira, famoso personagem da cultura popular brasileira. Extraída do livro “Vou-me embora desta terra, é mentira eu não vou, não”, de Ricardo Azevedo, a contação - comandada pela pedagoga e atriz Gracyela Gitirana utiliza brincadeiras, adivinhações, parlendas e música. Encerrando o festival, às 18h05, o Projeto Toque da Lata sobe ao palco e apresenta o show musical “Batendo na lata, sambando no pé, driblando o caos com a fé”.


Rodas de conversas 
Com objetivo de estimular a interatividade entre crianças, pais, familiares ou acompanhantes, além de educadores e público em geral, o FestMAO Curumim destaca a valorização da literatura e da música brasileiras, privilegiando recortes especiais com temas das culturas indígena e negra. 

Além da mostra de contadores de histórias e atrações dos shows musicais, o festival promove rodas de conversa nos dias 28, 29 e 30/6 – sempre às 20h, com transmissão pelo canal do YouTube. São presenças confirmadas o músico e compositor Paulo Tatit, bastante conhecido pelo trabalho com o grupo Palavra Cantada; a compositora e regente Thelma Chan (São Paulo); e as arte-educadoras Giselda Perê (São Paulo), Niní Kemba (Salvador), Lucia Morais Tucuju (Rio de Janeiro) e Natália Araújo (Ribeirão Preto). A mediação dos bate-papos fica por conta de Vandreza Freiria, formada em Comunicação Social pela USP, com especialização em universidades internacionais como Concordia University (Montreal-Canada) e Blekinge Institute of Technology (Karlskrona - Suécia), e nacionais, como FGV-EAESP e Fundação Dom Cabral. 

Curadoria
Com participação de artistas locais, regionais e nacionais, o FestMAO Curumim priorizou, na curadoria, a escolha de trabalhos que contemplam qualidade, relevância artística, originalidade, diversidade temática e representatividade. 

Os convites estão disponíveis para retirada de forma on-line no endereço https://www.sympla.com.br/evento/festmao-curumim/1593111 ou diretamente na bilheteria do teatro, nos dias 2 e 3 de julho, a partir de 10h, sempre com limite de cinco convites por pessoa para cada sessão.

O FestMAO Curumim tem aprovação do ProAC Direto 38/2021, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Após o encerramento do evento, a íntegra da programação será disponibilizada para acesso virtual pelo YouTube.

FESTMAO CURUMIM – PROGRAMAÇÃO COMPLETA
Rodas de Conversa

Transmissão ao vivo no canal Palco FestMAO (YouTube), com mediação de Vandreza Freiria

28/6 (terça-feira) | 20h
“Produção musical para a infância”, com Paulo Tatit e Thelma Chan 

29/6 (quarta-feira) | 20h
“Arte e educação na construção da equidade racial”, com Giselda Perê e Lucia Morais Tucuju

30/6 (quinta-feira) | 20h
“A arte na infância: um despertar para a vida”, com Natália Araújo e Niní Kemba 

Apresentações artísticas
Teatro Municipal de Ribeirão Preto | Praça Alto do São Bento, s/nº
 
2/7 (sábado) - 1ª Sessão
14h: Contação de história “Tatipirun”, com Renda de Lenda 
14h40: Contação de história “Da criação do mundo ao folclore africano”, com La Diva Croquete
15h15: Contação de história “Não sei aonde, quem e o quê”, com Renata Martelli
15h45: Show musical “Só é feliz quem se arrisca”, com Cia Dois Palitos

2/7 (sábado) - 2ª Sessão
17h: Contação de história “A origem do tambor africano”, com Lorena Ramos 
17h30: Contação de história “A casa assombrada”, com Vovó Cachola 
18h05: Show musical “Cantigas para voar com Manuí”, com Grupo Manuí

3/7 (domingo) - 1ª Sessão
14h: Contação de história “A onça, a tartaruga e o jacaré”, com Tânia Alonso
14h40: Contação de história “Crescer e partir - mais de mil milhas”, com Cia Zero 
15h15: Contação de história “Mesma nova história”, com Mafuane Oliveira
15h45: Show musical “CantaVento 20 anos”, com CantaVento

3/7 (domingo) - 2ª Sessão
17h: Contação de história “Matinta-Pereira”, com Ademir Apparício
17h30: Contação de história “Cozinhando com Utopim”, com Gracyela Gitirana
18h05: Show musical “Batendo na lata, sambando no pé, driblando o caos com a fé”, com Projeto Toque da Lata 
19h: encerramento do festival

FICHA TÉCNICA FESTMAO CURUMIM
Produção Executiva e Curadoria: Carol Capacle
Direção Artística e Curadoria: Allê Trajan
Coordenação de Produção: Fernanda Moura
Assistência de Produção e Curadoria: Tânia Alonso
Mediação Atividades Formativas e Curadoria: Vandreza Freiria
Direção Técnica - Horacio Silveira
Vídeo - Torres Comunicação 
Áudio e Sonorização - Nova Digital e Finalize Audio Mastering
Designer Gráfico: Cami Vincci
Assessoria de Imprensa: Verbo Nostro Comunicação
Social Media: Agridoce Digital & Marketing
Web Designer: Ramon Jardim
Teaser e AfterMovie: Imagem Sonora
Fotografia: Vinícius Barros
Intérpretes de LIBRAS: ICOM Libras
Cenografia: Vladimir Veloso
Técnico Stream Yard: Leonardo Gallo
Realização: Capacle Produções Artísticas

SERVIÇO
O que:  FestMAO Curumim (Festival de Música e Arte Infantil)
Data: 28/6 a 3/07
Onde:
28 a 30 de junho/2022 – Palco FestMAO/(YouTube) – atividades com transmissão on-line
Acesso: https://www.youtube.com/c/PalcoFestMAO

2 e 3 de julho/2022 - Teatro Municipal de Ribeirão Preto (Complexo Cultural Morro do São Bento - Campos Elíseos, Ribeirão Preto/SP) – atividades artísticas presenciais

Ingressos: Estão disponíveis para serem retirados pela internet no endereço https://www.sympla.com.br/evento/festmao-curumim/1593111, ou diretamente na bilheteria do teatro, nos dias 2 e 3 de julho, a partir de 10h, sempre com limite de cinco convites por pessoa para cada sessão. Vagas limitadas.
Instagram e Facebook: @festmaocurumim
YouTube: https://www.youtube.com/c/PalcoFestMAO
Link para música tema do festival: "Toda Brincadeira":
https://www.youtube.com/watch?v=UQ3TrUALKO8
Obs. O evento promove uma ação social com arrecadação de leite longa vida e achocolatado, que será entregue ao Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Preto. Os participantes que contribuírem de forma espontânea devem deixar doações no momento da entrada ao festival. Haverá ponto de coleta no saguão do Teatro Municipal de Ribeirão Preto.  

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp