08/02/2021 às 16h14min - Atualizada em 08/02/2021 às 16h14min

CPI do Rio Mathias ouve ex-secretário e convoca Carlito Merss

Divulgação. CVJ
Na terceira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Rio Mathias, na manhã desta segunda-feira (8), os vereadores se reuniram no plenário para ouvir o ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Adelir Stolf. Ele afirmou que o projeto de macrodrenagem do Mathias não foi executado da forma correta.

Responsável pelo planejamento na gestão do então prefeito Carlito Merss (2009 – 2012), época da elaboração do projeto de macrodrenagem do rio Mathias, Adelir Stolf assegurou que, naquele momento, o município seguiu as exigências do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID), financiador da obra. Stolf também disse que o projeto recebeu elogios da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades.

Conforme o ex-secretário, a concepção do projeto foi alterada na gestão seguinte, do prefeito Udo Döhler, que executou a obra. “Depois eu não sei o que fizeram com o projeto, não sei o que aconteceu na execução, mas esse projeto teve crivo do BID, senão não tinham librado um centavo”, explicou Stolf.

Questionado pelos vereadores da CPI sobre a prioridade da obra — uma vez que, conforme documento citado pelos parlamentares, seria apenas a 11ª opção entre 20 — Stolf respondeu que a obra tinha “alta relevância”, pois as enchentes no Centro impactam a cidade por completo ao interromper a mobilidade.

Diante da oitiva de Stolf, os vereadores aprovaram a convocação do ex-prefeito Carlito Merss, que será ouvido na próxima segunda-feira (15), às 9h, no plenário. Antes disso, na próxima quinta-feira (11), será interrogado Edu José Franco, sócio-administrador da empresa Paralela Engenharia, que foi a responsável pela elaboração do projeto da obra.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.7%
4.2%
4.2%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp