02/02/2021 às 15h29min - Atualizada em 03/02/2021 às 11h02min

O futuro do trabalho é híbrido

PLANIN

Como será o futuro do trabalho? Essa é uma das principais perguntas do alto escalão das empresas especialmente nos últimos meses e em decorrência da pandemia gerada pela Covid-19. A adaptação repentina para o modelo Home Office fez com que o mercado corporativo corresse atrás de novas infraestruturas para conseguir trabalhar remotamente, o que provou ser possível.

Esse formato deverá ser um dos componentes que teremos no “novo normal” após o surgimento da vacina, e os ambientes Cloud deverão ser a grande tendência em todas as áreas das companhias, abrindo um novo leque de oportunidades para soluções e ferramentas de aumento de produtividade. 

Para 2021, companhias de todos os setores e tamanhos já começaram a avaliar como definir, para longo prazo, uma configuração que reúna o melhor dos dois mundos: presencial e remoto. Considerando importantes fatores como alternativas de estrutura, comunicação e jornadas, por exemplo, o caminho que irá prevalecer deve ser híbrido, com mais automação, flexibilidade e segurança, independentemente do local físico. 

A descentralização do ambiente de trabalho foi a solução a curto prazo para mitigar os riscos impostos pelo Coronavírus, mas ela ajudou a abrir os olhos das empresas para um universo de possibilidades, rumo a uma nova cultura digital. Segundo pesquisa do Gartner, 82% dos líderes planejam continuar permitindo que seus colaboradores trabalhem de forma remota, ao menos uma parte do tempo. A descentralização e flexibilidade farão parte do cotidiano das empresas, já que 43% dos líderes indicaram que concederão aos funcionários dias flexíveis e 42% fornecerão horários flexíveis.  

Em um novo cenário híbrido, diversas soluções digitais se provam mais do que eficientes para tornar a ideia da diversidade de locais de trabalho realidade. Nessa mistura de ambientes, a tecnologia terá um papel ainda mais importante para assegurar processos colaborativos e a conexão entre os colaboradores.

A automação robótica de processos (RPA - Robotic Process Automation), por exemplo, será uma importante aliada das equipes, automatizando atividades rotineiras e possibilitando que os profissionais direcionem o foco para as ações mais estratégicas. Pesquisas indicam que o faturamento do segmento de RPA aumentará 19,5% em 2021 e continuará a crescer a taxas de dois dígitos até 2024. A Inteligência Artificial também complementará o trabalho humano de forma cognitiva em diversas áreas que exigem um trabalho mais capacitado. A tecnologia ajudará a tornar as atividades realizadas em conjunto com os trabalhadores muito mais eficazes e rápidas. Pessoas e máquinas trabalharão mais juntas do que nunca. 

Das tecnologias mais avançadas às mais rotineiras, é importante que as empresas estejam atentas à necessidade de integração das soluções digitais para realizarem uma conexão efetiva entre os diferentes espaços de trabalho e os colaboradores. O uso de Nuvem aliada à segurança cibernética, por exemplo, é essencial. Enquanto a Cloud armazena informações e aplicações da empresa e as torna acessíveis independentemente de local, dispositivo ou horário, as soluções de segurança monitoram e protegem os dados e sistemas de acessos indevidos e perigosos para os negócios.

Diversas outras tecnologias, como virtual desktops, software de automação de escritório e sistemas corporativos de apoio à operação, além de conectividade e ferramentas de comunicação e colaboração, todas integradas, também tornarão essa mudança possível, mais fácil e efetiva.  

O modelo híbrido de trabalho levará mais produtividade e resultados às empresas, além de qualidade de vida para as pessoas. A descentralização do ambiente do trabalho será responsável por uma revolução no modo como as organizações e seus funcionários enxergam e executam suas funções, se relacionam e planejam o futuro. As barreiras físicas e tecnológicas não existem mais e o trabalho pode ser desenvolvido de uma maneira muito mais inovadora, com a ajuda da integração de soluções digitais. Além disso, os líderes poderão aproveitar o momento para ampliar os conceitos de TI dentro das companhias para ajudar os colaboradores a adotarem rapidamente novas tecnologias de acordo com suas habilidades e competências.  

No pós-pandemia, veremos uma verdadeira transformação organizacional, impulsionada pelo avanço das tecnologias, uma nova forma de enxergar a liderança e pela união das experiências positivas das mais variadas formas de trabalhar. Esse é um cenário bastante promissor para as corporações que buscam investir em inovação e mostrará, mais uma vez, como a digitalização é fundamental para transformar os negócios e a vida das pessoas. Definitivamente, estamos na era da conexão que pode ocorrer a partir de qualquer lugar, dispositivo ou hora. Como dizia Steve Jobs, o melhor ainda está por vir.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.5%
5.9%
2.6%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp