28/01/2021 às 15h08min - Atualizada em 28/01/2021 às 15h08min

Ministério Público apura suspeita de fura-fila da vacina

Caso aconteceu em uma cidade do Oeste de SC

Redação Agora Joinville
Rede Catarinense de Notícias
Julio Cavalheiro/Secom
O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) instaurou um procedimento para apurar a informação de que um agente público do primeiro escalão do Poder Executivo do Município de Marema, no Oeste catarinense, teria recebido vacina contra o Coronavírus mesmo não sendo integrante dos grupos prioritários.

De acordo com o promotor de Justiça Felipe Nery Alberti de Almeida, titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Xaxim, o procedimento - uma notícia de fato - foi instaurado na terça-feira (26) a partir de representações feitas por cidadãos pelo e-mail da Promotoria e por meio da Ouvidoria do MPSC.

Servidores públicos que "furam" a fila de vacinação ou favorecem essa prática podem estar cometendo um ato de improbidade administrativa, diz o MP. O MPSC está atuando em todo o estado para prevenir as ocorrências de desrespeito à fila de vacinação e para buscar a responsabilização civil e criminal dos envolvidos.

O órgão disponibiliza e-mail, telefone e outros canais para denúncias. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
4.3%
4.3%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp