04/12/2021 às 08h48min - Atualizada em 04/12/2021 às 08h48min

Companhia Águas de Joinville conquista primeiro lugar em premiação internacional

Projeto Simulação Hidráulica ganhou na categoria Sistemas de Água, Esgoto e Drenagem

Redação Agora Joinville
Prefeitura de Joinville
Foto: Divulgação/Prefeitura de Joinville

A Companhia Águas de Joinville é vencedora do prêmio Going Digital Awards in Infrastructure 2021, na categoria Sistemas de Água, Esgoto e Drenagem, com o projeto Simulação Hidráulica. Os vencedores foram anunciados no evento on-line Year in Infrastructure, nesta quinta-feira (2).

 

Única representante do Brasil, a companhia de saneamento de Joinville foi a campeã de uma das 19 categorias da competição. No total, foram enviados aproximadamente 300 projetos por 230 organizações de 45 países.

 

“É raro ver uma empresa pública brasileira ser finalista e vencedora em uma premiação internacional, competindo com iniciativas do mundo inteiro. É um orgulho ter liderado esse projeto e ter colocado Joinville em evidência na área de saneamento”, afirma Lucas Emanuel Martins, engenheiro líder do projeto de Simulação Hidráulica da Companhia Águas de Joinville. 

 

Tendo em vista o cenário de agravamento da crise hídrica em todo o Brasil, a equipe técnica da Companhia iniciou estudos visando reduzir os efeitos que longos períodos de estiagem poderiam causar em um dos mananciais mais importantes de Joinville, o Piraí. Depois, foi elaborado um Plano de Contingência para enviar água do sistema Cubatão, mais estável, para o sistema Piraí, sem prejudicar a população atendida pelo Cubatão. 

 

A melhor solução encontrada, após análise de alternativas e criação de modelos digitais, foi a opção que apresentou custo próximo de zero: a utilização da infraestrutura já existente, com realização de interligações entre redes de macrodistribuição, manobras entre reservatórios e adequações operacionais que, inclusive, já melhoraram o abastecimento da zona Leste do município atendida pelo reservatório R1, reduzindo em aproximadamente 90% as reclamações de falta de água na região.

 

Os estudos desenvolvidos pela Águas de Joinville também evitaram o investimento em uma solução inicial de R$ 4,5 milhões e o custo de R$ 25 mil por mês de operação de uma nova motobomba (booster). Além disso, otimizaram a motobomba Florianópolis, localizada na zona Sul, gerando uma economia de R$ 360 mil por ano e melhorando o abastecimento da cidade como um todo.

 

Entenda o projeto vencedor

Para avaliar o funcionamento da solução proposta, foi criado um modelo digital de todo o sistema adutor, utilizando o software WaterCAD da Bentley. Durante estes estudos, foi identificado que o projeto inicial não seria a modelo ideal. Além de não mandar a quantidade de água necessária do sistema Cubatão para o Piraí, sem a implantação de uma motobomba complementar, cerca de 45 mil pessoas teriam seu abastecimento comprometido durante a operação de contingência. 

 

“A grande vantagem de termos elaborado um projeto digital das redes de adução e macrodistribuição, foi nos permitir realizar uma avaliação confiável de diversos cenários operacionais, simulando a influência das manobras dentro do sistema, sem afetar diretamente o abastecimento de água e as pessoas que precisam dele”, explica Lucas.

 

Graças ao projeto Simulação Hidráulica, foi identificada a solução mais eficaz e econômica para injetar água do sistema Cubatão para o sistema Piraí em época de escassez hídrica, utilizando a própria estrutura de redes de macrodistribuição existente. 

 

Durante o estudo, também foram identificadas oportunidades de melhoria no sistema, como a otimização da motobomba Florianópolis, ampliando a capacidade de bombeamento em 110 litros por segundo para a região Sul, com um custo energético 30% menor. Outra melhoria realizada foi o rearranjo dos setores R7 e R1, que reduziu as reclamações de falta de água nos bairros que se localizam na ponta do sistema, como o Espinheiros.

 

Promovido pela Bentley Systems Incorporated, empresa de software de engenharia e infraestrutura, o Going Digital Awards in Infrastructure 2021 teve como critérios para a seleção dos projetos a inovação técnica, bom gerenciamento de projeto e retorno sobre o investimento, como redução do tempo de projeto, horas de recursos economizadas, economia de custos e aumento no desempenho dos negócios.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Em quem você votaria para Governador de SC no segundo turno?

13.0%
87.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp