31/08/2021 às 10h15min - Atualizada em 31/08/2021 às 10h15min

Amunesc trabalha em projeto de ampliação e acessibilidade em escola de São Bento do Sul

A proposta é criar novas salas de aula e reformar alguns ambientes

Redação Agora Joinville
Amunesc
Foto: Divulgação/Amunesc e Prefeitura de São Bento do Sul

No bairro Progresso, em São Bento do Sul, a Escola Municipal Coronel Osny Vasconcellos é uma referência na qualidade do ensino da cidade. No último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2019, foi a unidade que teve as melhores notas no Ensino Fundamental 1 e 2, da rede municipal de ensino.

Localizada numa região em expansão demográfica, essa escola está com o projeto de ampliação e reforma sendo realizado pela equipe de Engenharia e Arquitetura da Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc).

A proposta de revitalização, demandada pela Prefeitura de São Bento do Sul, atende uma necessidade de inclusão, através de melhorias de acessibilidade. Além disso, serão construídas mais três salas de aula, ampliando a oferta de vagas dos atuais 430 alunos, para 500 estudantes.  

"O projeto contempla a reformada de alguns ambientes, adequação de acessibilidade, preventivo contra incêndio e ampliação com 570 metros quadrados, a qual deu uma nova identidade visual a escola e solucionou o problema de mobilidade de acesso à escola", detalha a arquiteta e urbanista da Amunesc, Tabata Yumi Fujioka.

O trabalho deve ser entregue à Prefeitura de São Bento do Sul neste segundo semestre. A perspectiva do secretário é lançar a licitação ainda este ano. O Município possui recursos próprios para fazer a obra, mas também vai buscar apoio do governo do Estado para a execução.

"A escola fica num bairro perto do Centro e que está em expansão. Por isso precisamos da ampliação e adequar a acessibilidade. Demandamos o projeto para a Amunesc, por causa da capacidade técnica e agilidade", diz o secretário de Educação, Josias Terres.

A expectativa das melhorias é vista como muito positiva por quem trabalha na unidade. A diretora Luciane Raquel Rank está há cinco anos na administração da escola, que possui 42 servidores. Segundo ela, essa obra de revitalização e ampliação é uma demanda esperada ansiosamente pelas famílias dos alunos. "Temos uma comunidade muito participativa e colaborativa com a escola. Faz tempo que a estrutura precisa de uma reforma de grande porte. Essa atenção da Prefeitura e o projeto desenvolvido pela Amunesc vêm em boa hora para a gente", comemora a diretora.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.9%
6.7%
2.4%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp