20/08/2021 às 08h08min - Atualizada em 20/08/2021 às 08h08min

Parque Natural Municipal da Caieira passa a contar com Plano de Manejo

Plano foi apresentado nesta quinta-feira (19)

Redação Agora Joinville
Prefeitura de Joinville
Foto: Divulgação

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville (SAMA) apresentou nesta quinta-feira (19) o Plano de Manejo do Parque Natural Municipal da Caieira. O documento estabelece o zoneamento, as normas de uso e o manejo dos recursos naturais do Parque, que é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral. 

 

A apresentação foi realizada na entrada do parque e uma cópia do documento foi entregue para o prefeito Adriano Silva, secretários de Educação e de Cultura e Turismo, Diego Calegari e Guilherme Gassenferth, respectivamente, ao presidente da Câmara de Vereadores, Maurício Peixer e para Francisca do Nascimento Schardemg, presidente da Associação de Moradores do Adhemar Garcia. 

 

“Para nós é um grande presente, porque nós temos uma boa área de preservação. Meu maior orgulho é ter ajudado a construir esse Plano de Manejo para que a nossa comunidade tenha mais um lugar para visitar, com segurança”, afirma Francisca.

 

O Prefeito Adriano Silva reforçou a importância que a área tem tanto para estudos, quanto para ser desenvolvido como um local para a comunidade ter contato com a natureza. “Esse é um espaço que merece receber avanços para que seja ainda mais utilizado para atividades de educação, cultura e lazer”

O Plano de Manejo do Parque Natural Municipal da Caieira foi concluído antes do prazo determinado pela Justiça e está disponível para acesso no site da Prefeitura de Joinville

 

“Este é um documento final que indica a forma de uso e a proteção do parque, que é de proteção integral, e o principal uso dele é para estudo, pesquisa e contemplação com as visitas do público”, explica Luiz Tourinho, diretor executivo da SAMA.  

 

O Parque Natural Municipal da Caieira fica localizado na rua Waldemiro Rosa, 1636, no Adhemar Garcia e está aberto de quarta a domingo, das 8h às 18 horas. Devido a presença de espécies nativas, é proibido o acesso de animais de estimação.  

 

O parque foi criado em 2004, com o objetivo de conservar e proteger amostras do ambiente de manguezal e restinga e proteger os sítios arqueológicos de Sambaqui, localizados na área. Também oferece ao público a possibilidade de acesso a ambientes ecológicos para atividades de educação e recreação, em contato com a natureza. São aproximadamente 360 espécies de animais que podem ser avistadas. O destaque fica para o Guará Vermelho, que está em extinção, mas pode ser contemplado no local. O parque conta ainda com uma praça equipada com brinquedos para crianças.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.7%
6.8%
2.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp