14/08/2021 às 09h14min - Atualizada em 14/08/2021 às 09h14min

Santa Catarina registra aumento de 96% na venda de produtos voltados à saúde e bem-estar pet durante a pandemia

Catarinense está mais atento à saúde do seu animal de estimação

Redação Agora Joinville
Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

A Organnact, empresa com 30 anos no mercado pet que comercializa suplementos que proporcionam saúde, bem estar e longevidade para cães e gatos, realizou um levantamento e descobriu que, se comparado o primeiro semestre de 2020 com o de 2021, os catarinenses aumentaram em 96% o consumo de produtos voltados à saúde e bem-estar de cães e gatos. A marca ainda registrou nesse período um crescimento de cerca de 280 novos pontos de venda no estado. Os dados revelam que a pandemia trouxe novos hábitos não só para as pessoas, mas também para os bichinhos, que estão ganhando mais atenção e, de quebra, mais cuidados com a saúde e o bem-estar.

 

"Pela primeira vez vivemos um período maior em casa, com animais de estimação e seus donos juntos em tempo quase integral. Isso fez com que os tutores prestassem mais atenção nos animais. Seja para tratar o pelo, seja para aumentar a imunidade, shampoos, vitaminas, o fato é que cães e gatos passaram a ser mais cuidados durante a pandemia. Outro fator que vem impulsionando as vendas desses produtos é o fato de que as pessoas também estão se cuidando mais, e, com isso, acabam estendendo esse cuidado aos seus bichinhos", conta Dr. Bacila, médico veterinário e especialista em nutrição animal.

 

O Brasil é o segundo país com a maior população pet no mundo, com animais de estimação em mais de 37 milhões de domicílios, segundo a pesquisa Radar Pet, realizada pela Comissão de Animais de Companhia(Comac) em parceria com o Instituto H2R. Ainda segundo o levantamento, são mais de 54 milhões de cachorros e 30 milhões de gatos no país, o que mostra o potencial de crescimento no setor. "Além disso, observamos um aumento nas idas ao médico veterinário, o que demonstra que o brasileiro está mais preocupado com a saúde do seu animal", reitera Dr. Bacila.

 

Entre os produtos que registraram maior crescimento nas vendas na Organnact, estão aqueles que oferecem um conjunto completo de vitaminas para uso em pets de todas as idades e que aumentam a imunidade dos animais e contribuem para uma vida mais longa e de qualidade. Ou seja, passou-se a apostar numa dieta mais rica em nutrientes e na suplementação como uma maneira de prevenir possíveis doenças futuras. 

 

"A gente sabe que esse cuidado preventivo ainda não é rotina, mas o crescimento nas vendas indica que a pandemia trouxe um novo comportamento, uma nova preocupação com os animais. As pessoas estão mais dispostas a investir nos seus pets, que na pandemia passaram a ser realmente membros da família", explica Jorge Bacila, Diretor de Comercial e Marketing da Organnact.

 

Suplementar para economizar

O cenário é conhecido de muitos. Um belo dia seu animal de estimação apresenta algum sintoma mais severo, e, além de gastar com a consulta veterinária de emergência, o gasto com internação, medicamentos, vacinas, e até mesmo cirurgias acabam comprometendo o orçamento familiar. "Esse é um comportamento bem cultural, típico brasileiro. Só se olha para a saúde do animal quando há alguma complicação, ou ainda quando se leva o pet para vacinar. É preciso mudar essa ideia de que a saúde do bichinho de estimação é uma questão fácil de se resolver", lembra o Dr. Bacila.

 

A pesquisa Radar Pet também comprovou esse comportamento quando revelou que apenas 36% dos tutores de gatos levam os felinos para consultas periódicas e apenas 34% dos donos de cães realizam isso de forma regular. Ou seja, a maioria ainda tem o hábito de deixar para a última hora. "Se a gente for colocar no papel, é claro que vale muito mais a pena. A maioria dos suplementos tem valores a partir de R$30, e com isso, com apenas R$1 ou R$2 por dia é possível garantir mais saúde pros pets de forma preventiva É claro que os suplementos não são garantia certa do não aparecimento de doenças. Eles ajudam a melhorar a imunidade dos animais e, consequentemente, os pets se tornam menos expostos a bactérias e infecções. No caso de ainda assim serem acometidos por alguma doença, os suplementos ajudam na pronta recuperação ou ainda na possibilidade de não haver um agravamento", explica o veterinário. A economia, portanto, é um fator que deve ser levado em conta.

 

No mercado, existem diversos produtos que realizam essa suplementação. No entanto, é preciso estar atento à qualidade daquilo que se oferece aos animais. "Na dúvida, é sempre bom contar com o apoio dos médicos veterinários ou ainda de profissionais de pet shop, clínicas, agropecuárias e aviários, que recebem treinamentos na hora de indicar o melhor suplemento para cães ou gatos", alerta o Dr. Bacila. Na Organnact, o carro-chefe da suplementação é o Compplet Mix, suplemento vitamínico que oferece 39 nutrientes para cães e gatos, mas além dele, a marca comercializa suplementos para as diferentes fases da vida animal, assim como para cadelas e gestantes, animais obesos e diversos outros.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.2%
6.1%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp