25/12/2020 às 08h39min - Atualizada em 25/12/2020 às 08h39min

Como editar vídeos para Youtube?

Para conquistar a atenção dos seguidores e aumentar o tempo de visualização dos vídeos, é preciso investir em uma boa edição

Os canais no Youtube são um sucesso, e é cada vez maior o número de pessoas produzindo conteúdo para essa plataforma. No entanto, para conquistar a atenção dos seguidores e aumentar o tempo de visualização dos vídeos, é preciso investir em uma boa edição. Para quem não é um profissional, essa tarefa pode parecer bem difícil - especialmente se você tentar utilizar um programa de edição muito avançado logo no início.
 
Como organizar e importar os arquivos? Como incluir música, animações e transições como aquelas dos Youtubers famosos? E os ajustes de cor? Para ter um vídeo impecável, é preciso pensar em tudo isso. Felizmente, hoje há muitas ferramentas que facilitam a edição de vídeos no Youtube. Um Youtube Video Editor pode ajudar você a caprichar nas edições, criar vídeos incríveis e fazer o seu canal crescer!
 
Então, você quer saber como editar vídeos para Youtube da maneira mais fácil? Neste post trouxemos um passo a passo, algumas dicas e sugestões de ferramentas para você ser um Youtuber de sucesso. Confira!

Recursos de edição: quais elementos tornam o vídeo mais interessante?

Como falamos anteriormente, para uma edição ser poderosa, ela deve incluir uma série de elementos. Eles enriquecem a gravação, tornam o conteúdo mais interessante e prendem a atenção de quem está assistindo. Ninguém gosta de assistir um vídeo mal editado.
 
Com certeza você já deve ter desistido de um vídeo porque o áudio estava muito baixo e cheio de ruídos, ou porque era só alguém falando em um cenário sem graça. Então, além de fazer uma boa gravação, com um roteiro bacana e informações relevantes, é fundamental acrescentar recursos de edição.
 
Alguns recursos de edição bastante comuns são:

Música

Nem sempre é necessário ter uma trilha tocando do início ao fim - isso pode inclusive tornar o vídeo desagradável, então é preciso ter cautela e não exagerar!
 
Mas é muito importante incluir música no vídeo. Ela pode estar em uma vinheta de abertura, por exemplo, para dar um ar de profissionalismo e ajudar a chamar atenção logo no início. Também é possível utilizar música para provocar sentimentos, marcar alguns momentos da fala e reforçar alguma ideia. Recursos sonoros como aplausos e risadas são bastante usados em vídeos de humor, por exemplo. Batidas repetitivas e fortes dão energia e geram tensão. É preciso ser criativo e testar, ver o que se encaixa na narrativa e dá um bom ritmo ao vídeo.
 
Além de cuidar para não errar na dose, é extremamente importante levar em conta os direitos autorais. Por isso, pesquisar por músicas e efeitos sonoros que são livres é uma ótima ideia! Há diversas bibliotecas áudio disponíveis na internet, inclusive do próprio Youtube.

Imagens

Além da própria gravação, é interessante adicionar outras imagens para complementar o que está sendo falado ou ilustrar alguma explicação, por exemplo. Qualquer tipo de imagem é válida: fotos, gifs, animações, emojis, gráficos. Elas dão dinamismo ao vídeo, e desta forma ele não fica tão cansativo de assistir.
 
Uma boa prática é já prever no roteiro quais imagens, ou a menos que tipos de imagens, podem ser utilizadas em cada momento. Assim, você já faz uma pesquisa prévia e agiliza a edição. Assim como ocorre com as músicas, há muitas bibliotecas de imagens com licença livre que podem ser utilizadas, sem custo ou dor de cabeça com direitos autorais. As próprias ferramentas de edição de vídeo disponibilizam algumas, mas você também pode adicionar as que desejar.

Textos

Também são fundamentais para apoiar os vídeos. Textos podem aparecer de diversas maneiras: em GCs - para indicar, por exemplo, o nome de quem está aparecendo ou alguma outra informação relevante -, em legendas, em boxes com dados complementares. São muitas aplicações possíveis. É importante lembrar que, muitas vezes, as pessoas veem o vídeo com o áudio desligado. Por isso, utilizar textos e criar legendas ajuda muito a aumentar o tempo de visualização.

Transições

Assim como as imagens, as transições dão dinamismo ao vídeo e colaboram para manter a atenção. Além disso, são um excelente recurso para enfatizar a passagem de uma ideia para outra. Assim, ajudam o espectador a compreender o que está sendo dito.
 
Há vários tipos de transições: das mais discretas como fade in / out - bem tradicionais, utilizadas no início e fim do vídeo -, até as mais enfáticas e até divertidas, em formato de estrela, por exemplo.
 
Embora seja um recurso bem simples, as transições também passam a imagem de profissionalismo na edição do vídeo.

Passo a passo: como editar vídeos para o Youtube

1.   Grave de olho na edição

Você já ouviu dizer que a edição começa na gravação? Se não, saiba que isso é a mais pura verdade. Não importa se você utiliza o seu smartphone ou com uma câmera profissional, é importante já pensar na edição enquanto está gravando - checar se o áudio está ok, se o enquadramento está bom, se a iluminação está adequada evita ter que passar muito tempo ajustando erros. Além disso, marcar o início da gravação e diferenciar momentos importantes também facilita na hora de selecionar os trechos e sincronizar áudio e outros recursos.

2.   Escolha a ferramenta

Além dos softwares mais tradicionais, como o Adobe Première, há outras opções de programas de edição de vídeo. O Youtube Video Editor, por exemplo, é uma opção gratuita e online. É uma ferramenta muito fácil e intuitiva, que permite que qualquer pessoa possa editar vídeos com todos os recursos que mencionamos acima. Para tornar tudo ainda mais prático, você pode escolher entre um dos modelos disponíveis e personalizar da forma que desejar.

3.   Importe as gravações e limpe a timeline

Com a ferramenta escolhida, assista às gravações e selecione o que você vai utilizar. Importe as imagens na linha do tempo e faça os cortes necessários, separando as partes essenciais e eliminando erros, pausas muito longas e as palavras de preenchimento - como os “hums” e “ahs” desnecessários. Neste momento, faça marcações nos pontos do vídeo onde deseja incluir os recursos de edição.

4.   Adicione os recursos de edição

Depois de cortar o material “bruto”, é hora de adicionar os recursos de edição que mencionamos anteriormente: textos, músicas, imagens, transições. Embora as possibilidades sejam infinitas, tenha em mente que utilizar efeitos demais pode acabar desviando a atenção. Então, tenha bom senso e escolha apenas o que realmente irá ajudar na narrativa do vídeo.

5.   Faça os ajustes finais

Faça os ajustes finais, como correções de áudio e cor. Essa é a finalização do vídeo. Lembre-se: os detalhes fazem toda a diferença!
 

6.   Exporte o vídeo

Reveja o vídeo para ter certeza de que está tudo certo. Depois, ajuste as definições de exportação - como formato do arquivo e proporção. A maioria das ferramentas já tem um preset específico para o Youtube, então essa etapa fica realmente muito simples! Depois de exportar o vídeo, está tudo pronto! Basta enviar para o Youtube e começar a divulgar.
 
Viu como é fácil? Com criatividade e ferramentas simples, você pode criar vídeos incríveis. Explore os recursos, faça testes, pratique. Quanto mais você editar, melhores serão os seus vídeos. Então, comece agora mesmo!
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.0%
6.4%
2.6%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp