01/07/2021 às 17h24min - Atualizada em 02/07/2021 às 00h00min

A Nuvem como ferramenta de transformação dos negócios

Por Sandra Maura, CEO da TOPMIND

SALA DA NOTÍCIA TOPMIND

Não é segredo para ninguém que a Revolução Digital está mudando nossa vida. O que pouca gente se lembra, porém, é que aos poucos a transformação trazida pelas novas tecnologias também tem sido capaz de mudar até velhas expressões de nossa linguagem. Por exemplo: você é da época em que viver nas Nuvens era sinônimo de perda de tempo? Hoje, essa ideia virou ao contrário. Manter tudo em Clouds é o que vem permitindo que empresas dos mais diversos segmentos e tamanhos consigam alcançar mais agilidade e assertividade em suas operações. 

Mas de que maneira, afinal, a Cloud Computing pode ser fundamental para a transformação de um negócio atualmente? Essa é uma daquelas perguntas com bem mais do que um milhão de respostas. Afinal, do armazenamento de dados à criação de processos preditivos de análise de vendas, tudo pode ser feito a partir da Nuvem.  

Não por acaso, estamos falando de uma indústria global, que segue em franco ritmo de crescimento, mesmo diante de todas as oscilações da economia. Segundo uma recente pesquisa do Gartner, o mercado de Nuvem Pública deverá registrar alta de mais de 20% esse ano, sendo a primeira grande área de tecnologia a, de fato, superar os números pré-pandemia. De acordo com os analistas, esse crescimento tem um motivo: justamente a capacidade de constante evolução e mobilidade que as ofertas baseadas em cloud trazem aos mais diversos segmentos. 

E isso faz com que a expectativa para o futuro seja, também, igualmente positiva. De acordo com o Fórum Econômico Mundial de 2020, as vendas de Nuvem Pública deverão movimentar cerca de US$ 600 bilhões até 2025, o que representa quase o dobro do previsto para o setor em 2021. Nesse caso, literalmente, o céu (cheio de nuvens) é o limite. 

Para ser capaz de enxergar essas oportunidades, no entanto, é preciso deixar de lado a velha ideia de que a Nuvem é apenas e tão somente um servidor “fora de casa”. Temos de olhar para o conceito Cloud e entender a real ruptura que ele representa para os modelos de uso da tecnologia pelas empresas. É preciso deixar de vez a ideia da venda em caixas e produtos e migrar o pensamento para a objetividade da prestação do serviço e, principalmente, para a entrega de valor agregado. 

É fundamental lembrar dessa mudança de paradigma, pois, apesar da Nuvem e do modelo as a Service já ser suficiente conhecido nos mais diversos mercados, a verdade é que ainda precisamos entender o que a Cloud Computing de fato significa como modelo de negócio – sobretudo no que diz respeito às vantagens de escalabilidade e flexibilidade trazida pela venda por assinatura. Essa dinâmica móvel, focada na entrega e não no produto, é o cerne da real transformação das empresas e um grande ponto de inspiração para os empreendedores.   

É essa flexibilidade, por exemplo, o que permite que as companhias possam contratar ou desenvolver rapidamente sistemas e ferramentas para escalar e otimizar as mais diversas demandas corporativas. Isso seria impossível no passado. Com a Nuvem, podemos encontrar soluções para melhorar desde a gestão dos escritórios até às ações dedicadas à inovação de linhas complexas de produção. Podemos inovar e responder tudo de maneira muito mais ágil e inteligente. 

A Nuvem é um modelo moderno para o futuro das empresas. Em primeiro lugar, porque a Computação em Nuvem permite facilitar o acesso aos dados, dando velocidade e mobilidade para que equipes descentralizadas e multidisciplinares possam acelerar o desenvolvimento de seus novos projetos. Além disso, pois abre a possibilidade de criarmos ambientes inteligentes e muito mais abertos para maximizar a disponibilidade dos serviços de TI e, assim, reforçar a automação e a colaboração à disposição das operações.  

Outro ganho imprescindível é a otimização do trabalho de monitoramento das redes e ativos, tornando as respostas a incidentes muito mais precisa e rápida. Ainda que os recursos de tecnologia estejam a cada dia mais complexos e interligados, a verdade é que a simples possibilidade de esquecer discos e máquinas significará a maior liberdade para que que os times de Tecnologia da Informação possam avançar e desenvolver o que realmente importa para o sucesso de suas organizações.  

O avanço da Nuvem também traz consigo toda a inteligência das soluções de automação e gestão – com o acesso à Inteligência Artificial, Analytics Avançado e Automação de Processos Robóticos (RPA), entre outros. Do marketing ao compliance e governança de documentos, isso significa a oportunidade de se nutrir os especialistas da empresa com relatórios mais ricos e completos, além de sistemas de autodetecção e reparo de incidentes e muito mais.  

Mais do que a simples digitalização global, a Computação em Nuvem é a base para realmente se alcançar a mudança do modelo de vida que temos. É a Cloud – do seu celular às máquinas na linha de produção - que tem ajudado a facilitar nossa rotina. Por isso, a melhor maneira de entender como a Nuvem está agindo para acelerar o desenvolvimento e a transformação das empresas, acredite, é entender que ela está recriando os limites das organizações.  

Motivos para explicar o tamanho dessa importância e força não faltam. Isso porque a Cloud Computing representa uma revolução cujos efeitos ainda estão em curso e que, independentemente de sua forma de aplicação, tem como grande diferencial a oportunidade de tornar as companhias mais ágeis e modernas. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.4%
5.6%
2.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp