24/06/2021 às 20h37min - Atualizada em 25/06/2021 às 00h00min

Empréstimo com Garantia de Imóvel

Empréstimo com Garantia de Imóvel

SALA DA NOTÍCIA Giuliano Sarzana
https://conexaofinanceira.com.br/credito-empresarial/conta-garantida-empresarial/emprestimo-com-garantia-de-imovel/
Free Images

Certamente, o assunto empréstimo com garantia de imóvel, também chamado de Home Equity, está em alta nos dias de hoje.

Com a crise do novo coronavírus, muitas empresas precisaram se readequar para manter a saúde financeira de seus negócios dentro desse novo cenário.

Dentre as inúmeras possibilidades, a aprovação de crédito junto às instituições financeiras sempre acaba sendo levada em consideração.

Seja por meio de um financiamento imobiliário ou outras formas de adquirir crédito, é preciso entender os reais motivos por trás dessa capitalização e conhecer bem as vantagens e desvantagens de cada operação para não colocar sua empresa em risco. 

Neste artigo traremos mais informações sobre o empréstimo com garantia de imóvel.

A vantagem do empréstimo com garantia de imóvel

Um dos parâmetros para o cálculo dos juros na hora de adquirir crédito é a possibilidade de inadimplência. Em outras palavras, a falta de pagamento das parcelas pendentes. É aí que o empréstimo com garantia imóvel se destaca.

Isso se deve ao fato de que ao colocar o imóvel como garantia em caso de inadimplência, o tomador de crédito pensará muitas vezes antes de entrar em uma situação em que precise desonrar seus compromissos. Dessa forma, as instituições financeiras são mais flexíveis nesse tipo de crédito.

A taxa de juros para essa modalidade de crédito, portanto, é muito menor que a de outras opções.

Em comparação, um crédito pessoal pode cobrar mais de 900% ao ano em juros por exemplo. Por outro lado o empréstimo com garantia de imóvel assegura uma taxa de juros de no máximo 20% ao ano.

Saiba mais sobre o que é empréstimo com garantia e conheça as melhores opções de empréstimo com garantia de imóvel.

Evite um Problema

Da mesma forma que o empréstimo com garantia de imóvel é uma das maneiras mais fáceis de se capitalizar, o prejuízo que acompanha a inadimplência também é bastante simples de ser compreendido. Você pode perder o imóvel que lutou tanto para conquistar, no caso de falta de pagamento da dívida.

Para evitar esse problema, tome algumas precauções antes de embarcar nessa jornada.

É ideal contar, por exemplo, com uma reserva para os momentos de crise. A tática evita consequências maiores quando o faturamento despenca e você ainda precisa quitar as parcelas do seu empréstimo.

Ao mesmo tempo, faça um planejamento pragmático para os meses ou anos em que precisará lidar com o empréstimo. Ou seja, não contraia novas dívidas enquanto o pagamento da atual não acaba. Não coloque em jogo o imóvel que você deixou como garantia. 

Quando vale a pena acionar o empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel pode ser uma boa opção quando o objetivo é se reestruturar financeiramente ou criar um capital de giro. Uma situação vivida por muitas empresas brasileiras durante o ano de 2020.

Esta modalidade é muito escolhida pelas empresas que buscam substituir as suas dívidas atuais, por outras menores e com maior prazo, devido aos juros mais baixos.

Quem busca investir no próprio negócio, também pode observar como favorável a obtenção desse tipo de crédito.
Buscando o objetivo de aumentar a lucratividade, gerando uma situação mais confortável para o pagamento das parcelas da dívida contraída.

Como adquirir o empréstimo com garantia de imóvel

Ao escolher a modalidade, o seu imóvel será avaliado pela instituição financeira onde você optou por tomar o crédito.

O objetivo é compreender o real valor do espaço que será utilizado como garantia. Dessa forma, é estipulado qual o quantia que estará disponível para sua empresa. Mas de modo geral, é possível adquirir até 60% do valor do imóvel junto ao banco.

Além disso, a instituição irá pedir alguns documentos. A lista pode variar de acordo com cada instituição, mas é formada por:

1 – Comprovante de residência;
2 – Documentos do imóvel (Matricula e IPTU);
3 – Comprovantes de renda (holerites, extratos bancários, etc);
4 – Documentos pessoais (RG, CPF e certidões).

A instituição faz, primeiramente, a analise do crédito, depois a assinatura do contrato e o registro da alienação fiduciária na matricula do imóvel, após o envio dos documentos citados acima.
No nosso portal você conhece as melhores opções de empréstimo com garantia de imóvel.

Conclusão

Em conclusão, o empréstimo com garantia de imóvel é uma decisão importante. Analise bem as opções antes da tomada de qualquer decisão.

Não coloque seu patrimônio em jogo. Reflita, faça um planejamento completo, compreenda a real necessidade e só então prossiga com a sua jornada.
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.9%
4.7%
2.4%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp