18/06/2021 às 18h53min - Atualizada em 19/06/2021 às 00h10min

SAS Brasil realiza ação para prevenção do câncer de colo de útero em Santo Amaro (MA)

Cerca de 200 mulheres passarão por triagem e exames para realização dos procedimentos necessários em julho deste ano

SALA DA NOTÍCIA Carolina Tiago
Divulgação
Junho, 2021 - A SAS Brasil, startup social que leva saúde especializada às regiões em situação de vulnerabilidade no país, chega presencialmente ao Maranhão, com o mutirinho de saúde da mulher, entre os dias 14 e 25 de junho, na cidade de Santo Amaro.

Durante o mutirinho, cerca de 200 mulheres chefes de família que residem na região serão beneficiadas pela ação, que realizará a triagem e coleta de exames das pacientes para identificar as necessidades de cada uma.

Cada mulher receberá um "passaporte da saúde" para o atendimento e a realização de exames em quatro especialidades: ginecologia (para identificar casos de HPV e de lesões precursoras do câncer de colo de útero), dermatologia (mapear lesões que podem evoluir para câncer de pele), odontologia (avaliação e identificação de demandas) e oftalmologia. Também haverá triagem de outras demandas de saúde na cabine de telemedicina e palestras de educação em saúde e valorização da mulher.

Com os resultados e triagem, a SAS Brasil retornará à cidade para solucionar os casos de pacientes que tiveram alterações nos exames ou nas avaliações, realizando cirurgias e outros procedimentos em todas as áreas oferecidas na primeira ação.

Os atendimentos serão realizados na UTA - Unidade de Telemedicina Avançada -  que ficará à disposição dos moradores da região para atendimentos via teleconsulta em mais de 20 especialidades até o final do ano. As UTAs da SAS Brasil são estruturas montadas em um container, com consultórios equipados e uma cabine de telemedicina, modelo inovador que alavancou o SAS Brasil frente a soluções de telessaúde para populações sem acesso a internet ou celular.

Santo Amaro, a 260 km da capital São Luís, apresenta um desafio diferente para a SAS Brasil. Das cidades visitadas, é a mais escassa em recursos gerais, de saúde a saneamento básico, tratamento de água e esgoto e gestão de resíduos. Além disso, o grau de escolaridade da população é muito baixo. Com a UTA fixa e as ações presenciais, a SAS Brasil gera impacto positivo e de longo prazo na região, que conta com pouco serviço público de saúde e nenhuma opção privada para complementar a carência.

Adriana Mallet, médica, co-fundadora e CEO da SAS Brasil, explica que a proposta é levar saúde a mulheres de todo o país, de forma inovadora, olhando para elas de forma integral. “A área de ginecologia é uma das mais antigas dentro da SAS Brasil e é muito importante para nós que o projeto chegue às mulheres em regiões de vulnerabilidade social. Em cidades isoladas, elas chegam a esperar até oito meses para fazer um exame”, finaliza.

A SAS Brasil é também a dimensão social do Sertões, maior rally das Américas. Para ações nas UTAs, a startup social também conta com apoio do AmigoH, braço das ações sociais de Oncologia e Hematologia do Hospital Albert Einstein, Roche, Philips Foundation e Faculdade São Leopoldo Mandic.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.4%
5.6%
2.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp