16/06/2021 às 10h08min - Atualizada em 16/06/2021 às 09h45min

Governo de SC prorroga decreto de contenção contra a Covid-19 por 15 dias

Todo território catarinense deverá seguir os protocolos em vigência

Redação Agora Joinville
Governo de SC
Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial dessa terça-feira, 15, o Decreto nº 1.330 com a prorrogação das medidas sanitárias em Santa Catarina. A norma entra em vigor na data desta terça-feira, 15, e tem validade até 30 de junho.

 

O Decreto também altera as regras para a realização de eventos de grande porte ou de massa com mais de 500 participantes. Em todos os níveis de risco, ficam condicionados à avaliação de plano de contingência pela Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde (SES), autorização do município sede do evento e deliberação favorável por 2/3 dos municípios membros da Comissão Intergestores Regional (CIR) em reunião com representantes da SES e do município onde será realizado o evento.

 

Os atuais protocolos permanecem em vigência para todo o território catarinense, assim como regramentos já estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde para a convivência segura. 

 

Relembre o decreto

As regras do decreto entram em vigor em todas as 16 regiões do estado, que estão em nível gravíssimo. 

  • O transporte coletivo municipal, intermunicipal e interestadual só poderá funcionar com lotação máxima de 50% da capacidade do veículo; 

  • Restaurantes, lanchonetes e bares poderão funcionar das 5h às 23h; 

  • O limite de ocupação de 100 pessoas em casas noturnas, casas de shows e pubs para a realização de eventos deverá ser respeitado e funcionará das 6h às 23h;

  • Eventos sociais funcionarão das 6h às 23h;

  • Eventos corporativos (seminários, palestras, congressos e reuniões públicas ou privadas) funcionarão das 6h às 23h, com restrição para venda de bebidas alcoólicas para consumo no local entre 23h e 6h;

Os seguintes locais funcionarão entre 5h e 23h:

  • Cinemas e teatros;

  • Academias, centros de treinamento e clube esportivos;

  • Igrejas e templos religiosos;

  • Museus, parques temáticos, zoológicos e circos;

  • Piscinas de uso coletivo, 

  • Shoppings, galerias, comércio de rua e centros comerciais;

  • Áreas de uso coletivo em hotéis.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.4%
5.6%
2.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp