17/12/2020 às 10h49min - Atualizada em 17/12/2020 às 10h49min

Santos vai à semi com benção de Pelé e gol relâmpago

Alvinegro atropela Grêmio com brilho de Kaio Jorge, autor de dois gols

Redação Agora Joinville
Agência Brasil
Santos FC
Com muita intensidade, dois gols relâmpagos (um deles com menos de 15 segundos de bola rolando) e atuação inspirada do atacante Kaio Jorge, o Santos pavimentou o caminho a mais uma semifinal da Libertadores. Nesta quarta-feira (16), na Vila Belmiro, em Santos (SP), o Peixe goleou o Grêmio por 4 a 1 e segue brigando pelo quarto título da mais importante competição da América do Sul.

Na partida de ida, há uma semana, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, as equipes ficaram no 1 a 1. Na próxima fase, a equipe paulista terá pela frente Boca Juniors ou Racing. Os argentinos fazem o primeiro jogo do confronto nesta quarta, às 21h30 (horário de Brasília). O confronto está uma semana atrasado por um dos duelos entre Boca e Internacional, pelas oitavas de final, ter sido adiado após o falecimento de Diego Maradona.

Horas antes de a bola rolar, o elenco santista recebeu o apoio do maior ídolo da história do clube: Pelé, bicampeão da América e Mundial pelo Alvinegro em 1962 e 1963. “Hoje é dia de mandar aquela bênção e energia positiva para os jogadores, para irmos juntos rumo ao tetra da Libertadores”, escreveu o Rei do Futebol em seu perfil no Instagram.

Há 13 anos, Pelé estava na Vila Belmiro quando, apesar de ter vencido por 3 a 1, o Santos viu o Grêmio ir à final da Libertadores graças ao gol marcado fora de casa. Na partida de ida, o Tricolor havia vencido por 2 a 0. Desta vez, ainda que à distância, o Rei pôde celebrar a classificação no reencontro com os gaúchos (que, além de se despedirem da competição sul-americana, viram chegar ao fim uma série de 18 jogos de invencibilidade). Ironicamente, a última derrota também foi na Vila e para o Peixe, mas pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Peixe acelerado

Onze segundos. Foi o que Kaio Jorge precisou para pôr o Santos à frente, no quinto gol mais rápido da história da Libertadores. Na sequência do pontapé inicial, o atacante aproveitou uma saída errada do meia Jean Pyerre, superou o zagueiro David Braz e o goleiro Vanderlei e mandou para as redes. No lance seguinte, Kaio Jorge roubou do meia Matheus Henrique e lançou Marinho. O atacante chutou cruzado, para defesa de Vanderlei, com o pé. Com um minuto de jogo, o Alvinegro quase abria 2 a 0.

O Grêmio tentou responder após a ducha de água fria e quase empatou com Jean Pyerre, aos cinco minutos. Após cruzamento rasteiro do atacante Diego Souza, o meia desviou na pequena área, mas parou no travessão. Mais ligado na partida, o Santos aproveitou a desatenção gremista na subida das linhas e ampliou a fatura. Aos 15 minutos, o volante Sandry abriu para Lucas Braga pela direita. O atacante escapou do lateral Luís Orejuela (que se contundiu no lance) e cruzou para Marinho marcar.

A primeira etapa seguiu intensa, com as equipes criando oportunidades. Aos 26 minutos, após bate-rebate na área, o volante Jobson recebeu com liberdade, próximo à marca do pênalti, mas chutou por cima. Aos 29, o Santos chegou de novo, em cabeçada perigosa do zagueiro Lucas Veríssimo. No minuto seguinte, o Grêmio parou novamente no travessão, dessa vez em chute de Matheus Henrique, que o goleiro John salvou. O Tricolor conseguiu ter a posse da bola, mas incapaz de criar lances de perigo.

O Santos não mudou a postura na etapa final. Aos oito minutos, Sandry recebeu de Marinho na entrada da área e finalizou com perigo, forçando Vanderlei a espalmar para escanteio. Após a cobrança, o lateral Madson desviou na pequena área e Kaio Jorge concluiu no travessão, mas a bola pegou efeito e parou no gol.

O Grêmio se lançou ao ataque, mas só a partir dos 30 minutos é que teve chances. Primeiro, David Braz parou em grande defesa de John. Na sequência, após cobrança de escanteio, Diego Souza escorou por cima. Aos 35, o atacante Ferreira cruzou e o meia Thaciano, na sobra, descontou para o Tricolor. Só que no lance seguinte, o Santos minou as esperanças do rival. Vanderlei até salvou a finalização do zagueiro Wagner Leonardo, mas não segurou a cabeçada do também zagueiro Laércio, que fechou o placar na Vila.

As equipes voltam a campo no fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. O Grêmio joga no sábado (19), às 19h (horário de Brasília), contra o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. Já no domingo (20), o Santos visita o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro, às 16h.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
6.0%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp