01/06/2021 às 08h24min - Atualizada em 01/06/2021 às 08h24min

Joinville adota novo modelo de cobrança da tarifa de água

A nova forma já é adotada por Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Balneário Camboriú

Redação Agora Joinville
Foto: Secom
Joinville anunciou hoje que adotará uma nova forma de cobrança da tarifa do consumo de água. A equipe técnica da Companhia Águas de Joinville (CAJ), com a colaboração da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (ARIS), estruturou a Tarifa Básica Operacional (TBO). Neste modelo será extinta a cobrança da tarifa por meio do consumo mínimo, passando a considerar o consumo efetivo.

“A implantação da Tarifa Básica Operacional representa um importante avanço para que possamos manter o serviço oferecido pela Companhia Águas de Joinville e continuar avançando em tecnologia e qualidade”, afirma Giancarlo Schneider, presidente da CAJ.

Este modelo já é adotado por diversas cidades, como Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Balneário Camboriú, além de todas as cidades cujo serviço é oferecido pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

Como funciona hoje 

Atualmente, a cobrança é realizada por meio de um conceito de tarifa mínima, na qual o cliente paga uma taxa e pode consumir até 10 metros cúbicos de água, pagando o excedente de acordo com o consumo. O novo modelo prevê uma parcela fixa, com o custo mínimo para manter a disponibilidade do sistema, e uma parcela variável, com base no volume consumido, medido no hidrômetro.

Novo modelo de cobrança

Para os clientes residenciais, a tarifa mínima no modelo atual é de R$ 36,34, com duas faixas para o excedente, de acordo com a quantidade de metros cúbicos consumidos. Por meio da TBO, a tarifa fixa passa a ser de R$ 26,24, com sete faixas para o excedente de forma variável, tornando o valor mais adequado ao volume de consumo.

Uma moradia que consome 6 metros cúbicos de água, por exemplo, que hoje paga a tarifa mínima de R$ 36,34, terá uma diminuição no custo da tarifa com o novo modelo, passando a pagar R$ 32,96. Neste caso, a redução representa 9,3% do valor total.

Os usuários de Tarifas Especiais também serão beneficiados por este modelo, sendo que a Tarifa Residencial Social Especial, que começava em R$ 14,78, vai começar em R$ 7,87, com o custo adicional de R$ 0,23 para quem consome até 15 metros cúbicos. Neste grupo, a economia será imediata para mais de 3,5 mil famílias. 

O cronograma de implantação da TBO teve início no mês de maio, com a comunicação do novo modelo para os clientes. Paralelamente, a equipe técnica da Companhia Águas de Joinville trabalha na homologação do sistema para permitir as alterações. Também está prevista a realização de uma Consulta Pública e a deliberação pela ARIS. Caso as etapas transcorram conforme o planejado, será possível aplicar o novo modelo no mês de setembro de 2021.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.7%
6.8%
2.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp