15/06/2021 às 09h59min - Atualizada em 15/06/2021 às 09h58min

Choro de perdedor

Prisco Paraíso

Senador Dário Berger protocolou, ontem, um pedido de informações junto ao Diretório Estadual do MDB, pilotado pelo deputado federal Celso Maldaner. Dário publicou o documento nas suas redes sociais, acompanhado do seguinte texto (reprodução ipsis litteris):

"Prezados amigos EMEDEBISTAS, diante dos últimos acontecimentos, especialmente da NÃO instalação da Comissão Eleitoral, que seria responsável pela definição dos critérios para a forma de realização das prévias, o que cria um cenário de incertezas já que, desta forma, faremos as prévias sem saber as regras do jogo, não me coube outra alternativa senão INDAGAR o partido e exigir uma DEFINIÇÃO para esta situação. Oficializei a minha posição sobre esta situação, hoje, com o ofício protocolado no Diretório Estadual do MDB."

O movimento do senador tem sido interpretado como ato de desespero em relação ao seu projeto pessoal de tornar-se candidato a governador pelo MDB. Os fatos são claros. Dário Berger não convive com a base emedebista, não criou raízes na legenda, exatamente como ocorreu com os outros seis partidos por onde passou.

 

Ar condicionado

Dário é um político de gabinete, abrigado num partido de base, aliás, a maior legenda do estado. A conta por este distanciamento está chegando.

 

Modelo nacional

Pré-candidato ao governo do Estado pelo MDB, o prefeito de Jaraguá do Sul Antídio Lunelli ilustra a última edição da revista IstoÉ Dinheiro. A publicação traz reportagem especial sobre como a cidade tem e mantém grandes empresas e como conquista bons índices em todas as áreas por meio de parceria com a iniciativa privada. Antídio, aliás, é visto como o grande nome do MDB e rivaliza com Dário Berger. O outro pré-candidato, deputado Celso Maldaner, é totalmente identificado com o partido, mas sinaliza que pode abrir mão do projeto em favor do alcaide jaraguaense.

  

Público e privado

Segundo a IstoÉ Dinheiro, Saúde, educação, segurança, esporte, cultura e lazer, desafios para todos os municípios do mundo estão bem encaminhados em Jaraguá. O sentimento de coletividade faz mesmo toda a diferença e nos últimos cinco anos ganhou impulso ainda maior com a administração de Lunelli, um menino criado na roça que construiu uma grande empresa têxtil, hoje com cerca de 4,5 mil colaboradores.

 

PIB

Nomes de algumas das principais empresas do Brasil, como Décio Silva, WEG, Paulo Chiodini, Agricopel, e Leonardo Zipf, Duas Rodas, foram ouvidos pela IstoÉ e reforçam o sucesso do estilo Lunelli-Jaraguá. E também tem o vice-prefeito, Jair Franzner, que é um dos donos da Urbano Alimentos, uma das principais cerealistas do país.

 

Apoio

Além de Jaraguá do Sul e região, Antídio Lunelli vai conquistando considerável apoio também em Joinville, maior cidade do Estado. Empresários, vereadores, ex-prefeitos e deputados já começam a trabalhar em prol do jaraguaense, visto como um nome que pode dar outro patamar à gestão pública.

 

Caminho de LHS

O nome de Antídio, aliás, ganha penetração em todo o grande Norte catarinense, lembrando que Luiz Henrique da Silveira desbancou o favoritíssimo Esperidião Amin em 2002 com a votação conquistada em Joinville e região. É sintomático!

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

93.5%
4.3%
2.2%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp