20/05/2021 às 10h20min - Atualizada em 20/05/2021 às 10h16min

Sem prévias

Prisco Paraíso
Bancada estadual do MDB, liderada pelo deputado Valdir Cobalchini, vai formalizar o encaminhamento anunciado, em primeiríssima mão, pelo presidente da Alesc, Mauro de Nadal, na quarta-feira passada no SCC-Meio Dia (SBT).

Foi durante entrevista ao blogueiro no SCC Meio Dia. Ele se manifestou contrário às prévias partidárias, entendimento acompanhado pelos demais parlamentares emedebistas. Posicionamento que não guarda relação direta com a pandemia e sim com a unidade da legenda com vistas às eleições majoritárias de 2022.

De Nadal também adiantou outra informação importante: que os três postulantes à candidatura ao governo componham uma chapa pura do MDB em 2022.

Antídio na cabeça

A bancada do Manda Brasa também já deixou muito claro que o nome para a cabeça de chapa é o do prefeito reeleito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, com o deputado federal Celso Maldaner de vice e o senador Dário Berger buscando a reeleição à Câmara Alta.

Geografia do voto

Geograficamente, ficariam representadas as regiões Norte, Oeste e Grande Florianópolis.

História de conquistas

Mauro de Nadal e os demais deputados emedebistas lembram que sempre que o MDB lançou chapa própria, o partido conquistou o governo e o Senado em Santa Catarina.
Foi assim em 1986 com Pedro Ivo Campos e Casildo Maldaner, quando também se elegeram Nelson Wedekin e Dirceu Carneiro ao Senado.
Depois, em 1994 Paulo Afonso Vieira e José Agusto Hülse chegaram lá, tendo Casildo Maldaner vencido o pleito à Câmara Alta.

LHS

Em 2002, Luiz Henrique da Silveira e Eduardo Moreira foram eleitos governador e vice. De quebra, elegeram Leonel Pavan, do PSDB, ao Senado.

Dono da banca

Em 2006, a história mudou um pouco, mas o MDB seguia protagonista e LHS estava dando as cartas. Naquele ano, Luiz Henrique já detinha o controle do contexto político e buscava a reeleição. A escolha para o Senado recaiu em Raimundo Colombo, então no PFL, e o vice foi Leonel Pavan, do PSDB.

Tiro n`água

Pulamos para 2018, quando o MDB escolheu um vice de outro partido, tendo Napoleão Bernardes, que estava no PSDB, de vice. O resultado está fresquinho na memória dos emedebistas: pela primeira vez desde 1982, o partido sequer chegou ao segundo turno da disputa eleitoral.

Inclusão

A presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (Caasc) da OAB-SC, Cláudia Prudêncio, está comemorando mais uma conquista da gestão. Entrou em funcionamento, nesta terça-feira, o Centro de Inclusão de Apoio ao Advogado com Deficiência, projeto que é uma das meninas dos olhos da gestora.

Humanização

"Muito mais que um serviço que busca incluir nossos colegas com deficiência nos escritórios de advocacia, este benefício é um olhar carinhoso e humanizado da CAASC para quem tanto precisa da nossa assistência. Mais um compromisso firmado e cumprido para a advocacia catarinense," contextualiza a advogada.
Iniciativa que merece aplausos e que deve servir de exemplo para outras entidades e instituições.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
6.0%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp