31/03/2021 às 09h34min - Atualizada em 31/03/2021 às 08h24min

Batalha de bastidores

Prisco Paraíso
Embora Daniela Reinehr tenha assumido interinamente o governo, várias mudanças estão em curso neste momento. Já desembarcaram Eron Giordani (Casa Civil), Lucas Esmeraldino (Secretaria de Articulação Nacional), além dos titulares da Casa Militar e da Comunicação, que não entram no contexto do primeiro escalão, mas que são posições estratégicas.

Além da demonstração de força que Moisés da Silva deu na segunda-feira, recebendo o apoio de 21 dos 40 deputados estaduais, que foram pessoalmente à Agronômica, Daniela Reinehr também deve levar em conta que é interina no cargo. Se for efetivada ali adiante aí é outra conversa, vai compor um novo governo.

Foi um erro convidar a deputada federal Carmen Zanotto para a pasta da Saúde. E será outro erro se Carmen, que é uma pessoa preparada e experiente e que conhece muito bem a Saúde, aceitar.

Força

Também porque a perspectiva de retorno do governador é grande. Ele precisa apenas manter os quatro votos que já teve no primeiro julgamento do Tribunal Especial para evitar a cassação. Na rodada decisiva do colegiado, serão necessários sete votos para degolar Moisés.

Sem contar que há articulações e projeções indicando que dois desembargadores poderiam reavaliar seus posicionamentos. A conferir!

Salada mista

Deputado estadual Láercio Schuster deu uma bicicleta no PP e se alojou no PSB, assegurando sua eleição para a Alesc me 2018. E agora indicou um progressista de cruz na testa, ex-deputado Leodegar Tiscoki, para a Secretaria de Infraestrutura. Posição que Tiscoki já ocupou há mais de 20 anos, durante o segundo governo de Esperidião Amin (1999-2002). A pasta tinha outro nome, mas a espinha dorsal se mantém até hoje. Sem contar que o MDB deve permanecer no governo interino, com suas duas pastas de primeiro escalão e os vários cargos em outras esferas do poder.

Presença

Presidente da Assembleia, Mauro de Nadal, foi um dos 20 deputados que esteve emprestando solidariedade diretamente ao governador na Casa d'Agronômica.

Meio bilhão

O senador Esperidião Amin participou nesta segunda-feira (29), em Brasília, da audiência da bancada catarinense com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, além de ministros do Executivo.

A reunião teve como foco, fundamentalmente, obras rodoviárias de infraestrutura. Amin ponderou que o Governo, no ano passado, executou R$302 milhões em investimentos de rodovias federais, e a proposta orçamentária era apenas de R$133 milhões, portanto, um pouco mais de um terço do que foi executado no ano passado.

Proposta

Após a união entre a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo – Fecomércio-SC e a Câmara Técnica de Desenvolvimento Econômico da FECAM para apresentação em conjunto de um programa emergencial de combate aos efeitos econômicos da pandemia, nesta terça-feira, 30, a proposta ganhou o apoio da Federação das CDLs do Estado – FCDL/SC. O secretário de Desenvolvimento de São José e presidente do colegiado da FECAM, Marcelo Fett, e o presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer, conversaram e alinharam a parceria. Tauffer irá apresentar Programa Emergencial de Combate aos Efeitos Econômicos de Pandemia – SUPERA SC nos próximos dias à diretoria da entidade.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.9%
5.4%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp