02/03/2021 às 09h08min - Atualizada em 02/03/2021 às 09h05min

Gean em ritmo caribenho

Prisco Paraíso
O final de semana foi eletrizante na política catarinense, mais especificamente na da Capital. Na sexta-feira, começaram a vazar informações sobre uma viagem de férias ao exterior do prefeito Gean Marques Loureiro.

Viajou há quase 10 dias, mas quando pra lá partiu ele já sabia da delicadeza do quadro sanitário catarinense e também da Capital do Estado. Tanto sabia que participou de rodadas virtuais como, por exemplo, aquela videoconferência do governador com os principais prefeitos de Santa Catarina, na qual também se fizeram ouvir o Ministério Público e a Assembleia Legislativa.

Gean também deu as caras num evento virtual da Secretaria de Saúde de Florianópolis. Para todos os efeitos, ele transparecia estar no exercício pleno da prefeitura e trabalhando na Capital. Na verdade, contudo, ele estava curtindo as delícias caribenhas de Cancún, no México.

Gean trocou de vice na eleição. A escolha recaiu sobre Topázio Neto.

Quem, eu?

Não precisava de solenidade para transmitir o cargo. O curioso é que Gean continuou participando das reuniões como se estivesse tudo normal enquanto Topázio vinha assinando atos como prefeito. Naquilo, contudo, que gerava visibilidade, era Gean quem administrava. Diretamente de Cancún! Vejam só a que ponto chegamos.

Lá e cá

João Doria participou de algo até menos grave, mas parecido. O paulista assim que chegou a Miami, voltou ao Brasil.
Gean, não. Seguiu viagem rumo ao paraíso caribenho enquanto os florianopolitanos e os catarinenses ficaram enclausurados durante o fim de semana.

Dramalhão mexicano

Efetivamente é mais do que um papelão, é uma sessão pastelão protagonizada pelo alcaide da Capital. Alguém reeleito no primeiro turno, porque realiza sim boa administração, depois de ver o eleitor da Capital relativizar tudo o que aconteceu na repartição pública e que normalmente ocorre em casa, no hotel ou no motel, deveria pensar bem antes de tomar decisões descabidas como essa. Em plena severidade da pandemia, decide ir a Cancún. E só está retornando porque foi descoberto.

Acorda, prefeito

Santa ingenuidade pensar que essa viagem ficaria oculta em plena era digital. O prefeito inclusive já pediu desculpas. Tudo certo, mas é algo inverossímil, inacreditável. Gean precisa, urgentemente, recolocar os pés no chão e voltar a administrar Florianópolis.

Alerta da ACM

A coluna reproduz os dois primeiros parágrafos da nota de alerta emitida pela Associação Catarinense de Medicina (ACM) em função do atual estágio da pandemia. O documento é assinado pelo presidente da entidade, Ademar de Oliveira José Paes Junior.

Caminho inverso

"O mês de março de 2021 marca 1 ano da chegada da pandemia da Covid-19 em Santa Catarina. Longe da tão aguardada redução da transmissão do novo coronavírus, o estado vive hoje o mais grave quadro da doença, com a maior lotação dos leitos hospitalares desde o início da crise sanitária mundial e a triste soma de mais de 7,2 mil mortes."

Colaboração social
Segue a nota. "Diante dessa dura realidade, a ACM – Associação Catarinense de Medicina faz um novo alerta à população sobre o agravamento da pandemia em todas as regiões do estado e conclama para que sociedade assuma sua indispensável responsabilidade e conscientização com os cuidados necessários no uso de máscara, álcool nas mãos e distanciamento social, evitando qualquer tipo de aglomeração."
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.9%
5.4%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp