22/10/2022 às 11h47min - Atualizada em 22/10/2022 às 11h46min

Golpe, escândalo, acinte

Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

O desespero bateu. E não apenas na campanha de Lula da Silva. Está à porta, também, do TSE.
A promiscuidade estabeleceu-se à luz do dia, reunindo ministros da corte eleitoral com a campanha petista. Jair Bolsonaro não terá que derrotar apenas o ex-presidente. Terá que derrotar, ainda, o TSE.
Numa canetada, a "Justiça Eleitoral" se apropriou de 80% das inserções do presidente no horário eleitoral do rádio e da TV, transferindo o tempo para o ex-mito. Uma insanidade, pra não dizer outra coisa, que foi suspensa por uma ministra, que sinaliza ser imparcial e valoriza a toga. O simples ato de suspender quase que todo o tempo presidencial até o fim da campanha, no entanto, caso que agora vai ao plenário da corte, é estarrecedor.
Isso tudo em meio a uma série de decisões que censuram a comunicação e a campanha de Bolsonaro. O presidente não pode mais dizer, por exemplo, que Lula é ladrão. Ou seja, não se pode mais lembrar o que efetivamente o petista é, um sujeito que foi condenado por corrupção em três instâncias distintas e por 10 magistrados diferentes.

Cala a boca

O próprio ex-ministro Marco Aurélio Mello, decano do STF até meses atrás, que presidiu em três oportunidades o TSE, cargo hoje ocupado por Alexandre de Moraes, foi censurado.

Catedrático

Ele explicava, didaticamente, que o descondenado não foi inocentado. Os processos foram anulados por uma questão de CEP, de endereço dos órgãos investigadores e julgadores. Não houve qualquer decisão com base no mérito dos processos, recheados de provas da roubalheira patrocinada pelo petista neste país.

Cala a boca 2

A manifestação de Mello, exibida no horário eleitoral do presidente, foi censurada pelo TSE. O ex-ministro fez parte do julgamento em plenário da tal "descondenação" de Lula. Foi voto vencido. Para o TSE, portanto, ele foi inocentado! Vejam só.

Cala a boca 3

Bolsonaro não pode falar que a bancada do PT votou contra o Auxilio Brasil, como efetivamente ocorreu. Alexandre de Moraes disse que não pode. Não se pode lembrar, ainda, que o ex-presidente petista já se declarou a favor do aborto. O presidente do TSE não quer isso!

Ditadura da toga

Tem mais. Por oficio, o TSE pode se manifestar sem ser provocado em qualquer situação para combater as supostas "fake News". De ofício e sem a participação do Ministério Público. O ditador Moraes está efetivamente atropelando o MP.

Puxadinho petista

Viva a democracia, viva a ditadura da toga neste país. É o TSE empenhado na eleição do petista com a cumplicidade irrestrita de vários veículos de comunicação. Os poucos que são simpáticos a Bolsonaro, como a Jovem Pan, vêm sendo censurados sumariamente. A emissora paulista, que tem 80 anos de atuação, não pode usar as expressões ex-presidiário, chefe de organização criminosa, descondenado, ladrão e corrupto.

Cala a boca prévio

O TSE não está apenas censurando, está o fazendo previamente. Tudo à luz do dia. Vejam só que barbaridade, que acinte, que tribunal tendencioso, capcioso.

Revoltante

Isso gera muita revolta e indignação no seio da sociedade que não aceita ser manipulada, tocada como gado nas mãos de uns tiranetes que só têm projeto de poder. Custe o que custar.

Água pelo nariz

Esse arrefecimento do esquema, do golpe que já está em curso há muito tempo, desde a soltura do descondenado, se dá porque Jair Bolsonaro já virou o jogo nas intenções de votos.

Margem de erro

Aa empresas de pesquisa de sempre estão ainda dando vantagem ao ex na margem de erro, mas já há levantamentos apontando Jair Bolsonaro à frente. Por fim, o mesmo TSE decidiu que governadores e prefeitos podem disponibilizar ônibus de graça no domingo, dia 30 de outubro. Claro. O eleitor menos esclarecido ainda acredita em picanha, cerveja e papai noel.
É um escândalo sem precedentes. É uma vergonha. Apesar de tudo isso, Lula e o Judiciário Eleitoral serão derrotados nas urnas.

Link
Leia Também »
Comentários »
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp