11/02/2022 às 08h30min - Atualizada em 11/02/2022 às 08h29min

MDB velho de guerra

Depois da pesadíssima, absolutamente fora do tom, reunião entre a bancada estadual com o presidente estadual do MDB, Celso Maldaner, e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli,  na quarta-feira, um novo factoide movimentou o partido na quinta-feira.
O deputado estadual Valdir Cobalchini, líder da bancada na Alesc, se inscreveu nas prévias do partido. Até o meio da tarde de ontem, Antídio e o senador Dário Berger não haviam registrado seus nomes.
Celso Maldaner, até como resposta a deputados, retirou sua pré-candidatura. Ele foi acusado de legislar em causa própria ao manter a eleição interna. Seu gesto encerrou o assunto.
Voltando a Cobalchini, sua inscrição é puro jogo de cena. Ele entra no jogo para guardar vaga a Moisés da Silva, que é o nome da bancada e de prefeitos do MDB.

Cabalando votos
Se Cobalchini não for candidato único, os apoiadores de Moisés da Silva vão arregaçar as mangas para fazê-lo vencer o certame interno. Caso isso ocorra realmente, Cobalchini, lá adiante, abrirá mão para a candidatura do governador.
O deputado estadual não será candidato a governador. Em hipótese alguma.

Dèja vú
A atitude de Valdir Coblachini encarna o que fez Eduardo Moreira lá em 2010. Moreira bateu Dário Berger na prévia do partido daquele ano. Combinado com Luiz Henerique da Silveira, ele compôs com o PSD e abriu mão da cabeça de chapa para Raimundo Colombo. O Cobalchini de hoje é o Eduardo Moreira de ontem. O tempo passa e o MDB é o mesmo velho de guerra de sempre!

Mimimi canhoto
O empresário Luciano Hang esclarece que partidos de esquerda no município de Bagé (RS) pedem à Justiça a sua inelegibilidade, alegando inexistente abuso de poder econômico pelo fato de o empresário ter se manifestado contra a burocracia do Partido dos Trabalhadores em live do prefeito da cidade exibida ao vivo em seu Facebook. 

Recurso
A juíza de primeira instância entendeu que a ação não poderia prosseguir pela ausência de inclusão do Presidente. Na dia 8 de fevereiro, o TRE/RS entendeu que a participação do Presidente não era obrigatória e por isso, determinou o retorno do processo para que o mérito das acusações sejam julgadas. Hang afirma que irá recorrer da decisão do TRE.

Prova de vida
Em janeiro, a deputada federal Carmen Zanotto, solicitou ao presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), José Carlos Oliveira, a suspensão da prova de vida para os beneficiários. Na última semana, o governo federal acabou com a exigência de prova de vida presencial para aposentados, pensionistas e outros beneficiários do INSS.

Novo partido
O prefeito Gean Loureiro já pode ser chamado de presidente do União Brasil de Santa Catarina. A fusão entre o DEM e o PSL foi reconhecida. Agora, portanto, é oficial. A nova legenda nasce com R$ 1 bilhão à disposição em seus cofres, se combinados os recursos dos fundões eleitoral e partidário.

Prazo
O ministro Luis Roberto Barroso, do STF, mas que responde no momento pela presidência do TSE, deu prazo para formação das federações partidária até o dia 31 de maio. Os partidos queriam mais tempo, mas Barroso ficou no meio termo. Antes de sua manifestação, as federações teriam que ser consumadas até 31 de março.
 
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Leia Também »
Comentários »

Se as eleições fosse hoje, para quem você votaria para presidente da República no primeiro turno (2022)

76.3%
18.0%
1.1%
0.3%
3.1%
0.6%
0.6%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp