23/12/2021 às 11h00min - Atualizada em 23/12/2021 às 11h00min

Lula quer o PSD

Prisco Paraíso
Lula da Silva articula para levar o agora seu companheiro de todas as horas, Geraldo Alckmin, para o PSD em vez de acomodar o ex-tucano no PSB. 
 
Os socialistas, no entanto, querem o apoio do PT para candidaturas em meia dúzia de estados em troca do respaldo à candidatura do ex-presidiário, a começar por São Paulo, onde o PSB quer a retirada da candidatura de Fernando Haddad para que o PT apoie Márcio França. 
 
O PT, como sempre, não quer abrir mão de nada. O que levou a divindade petista a visualizar a filiação de Geraldo Alckmin ao PSD. 

Porém, Gilberto Kassab, o chefão do PSD nacional, não quer Alckmin para vice de Lula da Silva. Pretende receber o ex-governador se ele disputar novamente o governo paulista. 
 
Pacheco
Até porque o dirigente pessedista filiou e lançou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, à presidência. 
Numa hipotética aliança entre PT e o PSD no plano nacional traria reflexos em Santa Catarina. O PSD catarinense iria de Lula da Silva em 2022? Como ficariam Napoleão Bernardes, Milton Hobus e João Rodrigues, por exemplo, este último bolsonarista de carteirinha? 
 
Distância segura
O ex-governador Raimundo Colombo tem histórico de apoio a petistas, o mais notório  a Dilma Rousseff em 2014. 
A grande maioria das lideranças pessedistas em Santa Catarina, no entanto, quer é distância do PT.
O fato é que o cenário está uma bagunça generalizada em meio a "sistema" político arcaico, fechado e absolutamente antidemocrático. 
 
Oposição
O ex-governador Raimundo Colombo se manifestou sobre o pacotaço de reajustes e gratificações do Governo do Estado que está na Assembleia Legislativa. "Você está vendo alguma empresa aumentando seus custos de forma irresponsável, alguma família assumindo compromissos para o futuro sem ter como honrar? Algum governo fazendo um aumento enorme de despesas? Tem um que está fazendo, o Governo de Santa Catarina", afirma.
 
Parceria
A Federação das Associações Empresariais de SC (Facisc), em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-SC), Associação Brasileira de Agência de Viagens (Abav) e a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) se uniram para fomentar Santa Catarina como destino turístico. O projeto foi lançado nesta quinta (16/12) durante a última reunião de 2021 da Diretoria da Facisc. O evento, que aconteceu de forma on-line reuniu os representantes da Facisc e das Associações Empresariais
 
A proposta reúne entidades representativas de classe e instituições que promovam atividades ligadas ao turismo, como: hospedagem, alimentação, eventos, cultura e lazer, entre outras.
 
Era óbvio
O colunista nunca levou a sério algumas "pré-candidaturas" ao governo catarinense. Uma delas era a de João Rodrigues, prefeito de Chapecó. Nesta terça-feira, ele "anunciou" que desistiu de disputar a indicação no PSD, devendo apoiar Moisés da Silva, o governador dos recursos e pacotes de bondades. 
 
Acertou na mega
Na verdade, João Rodrigues nunca foi pré-candidato a nada em 2022. Depois de tudo o que passou, ele ganhou mais um voto de confiança da população de Chapecó. Seu único caminho possível, registramos isso lá atrás, é terminar este mandato.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Em quem você votaria para Governador de SC no segundo turno?

13.0%
87.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp