16/12/2021 às 10h30min - Atualizada em 16/12/2021 às 10h30min

Contornos para 2022

Prisco Paraíso

Adentramos à segunda quinzena de dezembro, a última de 2021, um ano deveras turbulento. Esta época do ano, no entanto, é comum uma certa calmaria no mundo político.

Cenário um pouco diferente nestes dias. Dois partidos importantes promoveram reuniões decisivas nesta semana. São eles o PP e o PSDB.

Os progressistas tinham três pré-candidatos ao governo. O terceiro a coluna nunca levou muito a sério. Tratava-se do empresário e ex-deputado pelo PT, Jorge Boeira. Convicção política não é o forte dele. Saiu do PT, foi para o PP e agora assinará ficha no PSB, ao melhor estilo biruta de aeroporto.

Nunca foi pré-candidato a nada pelo PP com vistas a 2022, essa que é a verdade.

O outro nome era o do prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli. Foi deputado várias vezes, mas encarna a renovação nas fileiras do partido. Ele presidiu a Alesc, pilotou a Fecam e já foi candidato a vice-governador. Por divergências internas e falta de apoio, ficará fora da próxima majoritária estadual.

O prefeito da Cidade Azul tem um belo canal de interlocução com o senador Jorginho Mello, que tem tudo para ser adversário de Esperidão Amin, o outro senador que se apresenta agora como o pré-candidato do PP ao governo. A conferir como Joares Ponticelli vai se movimentar neste tabuleiro

Memória
Amin também foi ungido pré-candidato lá em 2018. Ele já foi governador em duas oportunidades, disputou em outras duas. Na última eleição, lá nos finalmentes, na undécima hora, abriu mão da candidatura ao governo, foi ao Senado apoiando Gelson Merisio ao governo.

Pupilo
Amin dobrou para a Câmara Alta com Raimundo Colombo, que havia completado sete anos de mandato como governador. Mas impôs o vice de Merisio na chapa, o seu pupilo, o ex-prefeito e ex-deputado João Paulo Kleinübing, filho de seu velho e leal amigo Vilson Kleinübing.

PP acéfalo
Merisio aceitou e o PP ficou sem cabeça de chapa. Resultado. O partido saiu das urnas menor do que entrou. Conquistou cinco mandatos. Três na família (Esperidião, Angela e João) Amin e o outros dois com Zé Milton Scheffer e Altair Silva.

Com Moisés
Zé Milton que hoje é líder do governo Moisés na Assembleia Legislativa e Altair é o secretário de Agricultura. O quadro é bem claro. De um lado, a família. De outro, os dois deputados da sigla.

Sobrenome
O PP fica agora novamente nas mãos do clã Amin, mas claramente dividido. Zé Milton e Altair vão trabalhar por Esperidião Amin ou pelo governador que comanda a gestão da qual eles fazem parte?

Tucanos
Assim como no PP, o PSDB continua a ter apenas um nome para compor a majoritária em 2022, que é justamente Gelson Merisio, o ex-deputado que foi para o segundo turno em 2018.

Balão de ensaio
Vinícius Lemmertz, secretário de Turismo de São Paulo, embalado pela escolha do patrão João Doria Junior como presidenciável tucano, se apresentou e pediu prévias tucanas em Santa Catarina. A executiva deixou clara na segunda-feira. Não haverá prévia e o nome é Merisio. O assunto só voltará à discussão se Merisio desistir da empreitada.

Na proa
O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, pilotará os encaminhamentos eleitorais do PSDB. Ou seja, a pretensão de Lummertz, sem pé nem cabeça, naufragou. Natimorta. Portanto, são dois partidos com seus nomes estabelecidos neste fim de ano.

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Em quem você votaria para Governador de SC no segundo turno?

27.3%
72.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp