07/12/2021 às 10h00min - Atualizada em 07/12/2021 às 10h00min

Política e futebol

Prisco Paraíso
O Avaí tem um novo presidente eleito. O administrador e advogado Júlio César Heerdt conquistou o direito de presidir o clube obtendo 50,65% dos votos válidos. Até de forma surpreendente, suplantou com folga o atual dirigente, Francisco Battistotti, muito ligado à família Amin.
 
O atual vice-presidente, Amaro Lúcio da Silva, fiel escudeiro de Esperidião Amin há décadas, era novamente candidato a vice.
 
Por muito pouco, a dupla Battistotti-Amaro não ficou em terceiro lugar. Quase perderam para a chapa apoiada por Cláudio Vignatti, presidente estadual do PSB.
 
O que torna ainda maior e mais significativa a vitória de Júlio Heerdt que não tem militância partidária. Além do apoio da tradicionalíssima família política da Capital, Battistotti é o presidente que acaba de levar o clube de volta à Série A do Campeonato brasileiro.
 
Carrões de luxo
O deputado Bruno Souza (Novo), por meio de uma Indicação aprovada em Plenário na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, solicitou a suspensão imediata do pregão eletrônico 0214/2021 (SGP-e SIE 13633/2021), lançado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade – SIE, que tem por finalidade a aquisição de 20 camionetes e 2 SUVs.
 
Gastança
O processo não atende as exigências estabelecidas pelos Decreto nº 660/2011 e Decreto 1.505/2021 como a previsão da compra no plano anual de aquisições de veículos, demonstração da antieconomicidade da frota atual, demonstrativo de custos de manutenção, entre outros.
 
Preço que sobe
Além disso, com o mercado de veículos aquecido, a estimativa da licitação sofreu uma elevação significativa, passando de aproximadamente R$ 2,5 milhões para mais de R$ 3 milhões.
Buraqueira
 
A precariedade das rodovias do meio oeste catarinense impacta diretamente no desenvolvimento do comércio, da indústria e do turismo. Esta foi a principal reclamação de empresários da região durante visita de Emilio Schramm, vice-presidente da Fecomércio/SC, a Fraiburgo, Caçador, Curitibanos, Concórdia e Chapecó. Empreendedores locais explicaram esta preocupação durante encontros com o líder da Federação.
 
 
Perda de competitividade
Alexandre Simioni, proprietário da rede Passarela, que mantém unidades de atacarejo e supermercados em Concórdia, Caçador, Canoinhas, Curitibanos e Videira, em Santa Catarina, além de Bento Gonçalves e Erechim (RS), foi enfático. "O transporte diário de mercadorias da nossa frota de transporte sofre muito com o estado das estradas. Perdemos competitividade e possibilidades de crescimento", apontou, reforçando que este gargalo é responsável por impedir a criação de milhares de empregos.
 
Manifestação
O senador Esperidião Amin se manifestou na comissão Mista de Orçamento (CMO) nesta segunda-feira (6), em relação ao descaso com Santa Catarina na retirada de recursos para obras de rodovias catarinenses.
 
Manobra
Isto é uma manobra "sorrateira". Não posso silenciar em nome da bancada catarinense. Trago aqui este protesto. Formulo ao deputado Hugo Leal, relator geral, uma solicitação de diligência porque isto extrapola o que as normas de execução orçamentária permite, ou seja, ultrapassando 30% da dotação global para a BR-163. Politicamente é uma desconsideração com Santa Catarina. Mas do ponto de vista legal, uma exorbitância grave a legislação que versa sobre programação e execução do orçamento federal. Isso tudo se refere a 2021″.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Em quem você votaria para Governador de SC no segundo turno?

27.3%
72.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp