22/10/2021 às 10h32min - Atualizada em 22/10/2021 às 10h31min

Bolsa voto anabolizado

Prisco Paraíso

O governo Bolsonaro finalmente anunciou o programa que vai substituir o Bolsa Família, ou o Bolsa voto, do PT.

Chamado de Auxílio Brasil, vai dar R$ 400 a cada família beneficiada. Hoje, cada uma recebe, em média, R$ 191, alcançando cerca de 14 milhões de famílias.

O novo programa será mais amplo, chegando a 17 milhões de famílias.

A proposta é eleitoreira sim, mas também necessária. Ah, mas e o teto de gastos? O que acaba com o Brasil são as vantagens, os penduricalhos, a máquina pública inchada e ineficiente, bilhões e bilhões indo pelo ralo todos os meses.

Aqueles mais necessitados precisam ser olhados e atendidos pelo estado. Mesmo que a medida tenha cunho eleitoral, como é o caso e como foi o caso quando Lula da Silva lançou o Bolsa Família.

Isso é Brasil.

Corruptos fazendo a festa
Renan "Canalheiros", o notório, relator da CPI do Circo, pediu o indiciamento de 66 pessoas e duas empresas. Uma delas é catarinense, o empresário e ativista Luciano Hang, figura exemplar para o Brasil, mas que agora se vê sendo acuado politicamente pelo corrupto quadrilheiro senador alagoano.

"Estatura moral"
Estamos realmente completando o ciclo de inversão de papeis neste país. Os bandidos soltos, dando as cartas e as pessoas de bem sendo perseguidas, presas e arroladas em investigações politiqueiras. É o fim do mundo!

Morte de empresas
O Relp, novo programa de renegociação de dívidas com a Fazenda Nacional ou devidos ao Simples, de autoria do senador Jorginho Mello, está desde 10 de agosto aguardando ser votado na Casa.

Meio milhão
Cerca de 500 mil empresas correm o risco de fechar as portas e extinguir milhares de empregos. São pequenos negócios altamente impactados pela pandemia e que, devedores do Simples Nacional, estão em risco iminente de exclusão. O total de dívidas gira em torno de R$ 35 bilhões.

Lira na mira
"Se a Câmara dos Deputados não votar o novo Refis imediatamente, [o presidente] Lira responderá pela morte dessas empresas e empregos. O Relp está há mais de 70 dias parado na Casa, isso é um total desrespeito com o segmento das micro e pequenas empresas, que é a maior força motora da nossa economia", destaca o senador, que é autor do projeto, aprovado por unanimidade no Senado.

Jogo eleitoral
As especulações dos últimos dias, dando conta de possíveis reforços de peso nas fileiras do PSB catarinense, vão tomando forma. Nesta quarta-feira, 20, o partido oficializou convite para a filiação do empresário e ex-deputado Jorge Boeira. A iniciativa partiu do próprio presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, numa articulação conduzida por Claudio Vignatti, presidente estadual do PSB-SC.

Biruta de aeroporto
Boeira é empresário bem sucedido e fez bons mandatos de deputado federal pelo PT. Depois, migrou para o Progressistas. Neste semestre, insuflou especulações sobre seu nome como opção para majoritária no Progressistas, embora esteja fora do cenário há vários anos. E agora este "namoro" com o PSB. Então agora já não é mais opção no PP? Definitivamente, Boeira perdeu a bússola política e acaba dando um tiro no pé com este chove não molha.

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Se a eleição para governador de SC fosse hoje, em quem você votaria?

8.6%
8.6%
66.7%
2.5%
0%
0%
0%
0%
0%
3.7%
4.9%
4.9%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp