01/02/2021 às 16h14min - Atualizada em 01/02/2021 às 15h51min

As vantagens e desvantagens de comprar um carro de leilão

Entre preconceitos e mitos muitos deixam de comprar um veículo de qualidade com preço baixo. Entenda quais são as modalidades de leilões

Jacson Carvalho
Divulgação
Certamente você já ouviu alguém comentar que comprou um veículo de leilão. Mas afinal quais os riscos, quais as vantagens de desvantagens em comprar de leilão? Antes de você decidir comprar um carro nestas modalidades é importante saber que você pode comprar direto de um leiloeiro ou adquirir de alguém de confiança que já comprou, fez as devidas revisões,  consertos e oferece para você com um preço melhor.
 
Para comprar direto de um leiloeiro é necessária experiência ou se você não tem, recomendo fazer a primeira compra de um bem com valor mais baixo, onde o risco é menor. Importante ficar atento aos golpes, existem muitos sites de leilões falsos, vá aos mais tradicionais. Pesquisa, busque comentários positivos e negativos no google, assista vídeos no youtube com dicas.
 
O melhor leilão para se comprar é o que fica mais perto da sua casa, assim o valor do frete para a entrega do lote fica mais baixo. E cuide para não se empolgar na hora do arremate. Nunca compre pela emoção, porque é exatamente isso que o leiloeiro quer, que que você pague bastante.
 
Na hora do leilão você já deve ter tudo em mãos, valor máximo que pode pagar, valor do conserto do carro, frete, comissão do leiloeiro, manutenção de pátio. Tudo está nas linhas pequenas do edital, e é exatamente aí que muitos pecam na hora da compra. O que poderia ser uma vantagem, vira um verdadeiro caus. Tem arrematantes que pagam mais caro num veículo de leilão do que se comprasse numa revenda em frente a sua casa.
Sempre reserve uma dinheiro para as surpresas, para algo que você não viu na foto ou mesmo fisicamente. É muito comum os bens chegarem para você sem step, combustível, tanque furado, sem tampa do tanque, sem bateria, etc. Infelizmente funcionários de patios de leilão roubam estas peças para benefício próprio e os leiloeiros pouco fiscalizam isso. É bom lembrar que o veículo poderia ter um problema antes do sinistro. Por exemplo: Você compra um carro pela foto com batida na lateral, você reserva o dinheiro para o conserto daquela lateral mas o carro poderia ter vício de origem antes do sinistro, como por exemplo um problema no câmbio.
 
Vamos as principais modalidades:
 
Grande monta: Esta é a modalidade que muitos não sabem, mas os chamados PT’s Perda Total não pode ser vendido para particulares e nem podem mais circularem. Somente pessoas jurídicas com categoria de auto peças e ferro velho podem comprar. Apenas para destino de retiradas de peças, a documentação é dada baixa no Detran. Então, quando você encontrar para venda um veículo em circulação, este jamais teve perda total.
 
Média monta: Esta modalidade são batidas médias, geralmente danos que atingem motos, air bags, etc. Estes para voltarem a circular é necessário a baixa da vedação de circulação, ou seja, na hora do sinistro o policial que define a baixa provisória do veículo. Esta baixa precisa ser mediante ao conserto do veículo, comprovação de notas fiscais de peças e mão de obra e ainda um teste veicular do Inmetro. Isso significa mais custos para fazer este veículo voltar a andar. Você vai ter que primeiro transferir o veículo para o local em que ocorreu o sinistro para baixa do sinistro e pagar em torno de R$ 900,00 para fazer o teste. Outra importante observação, este veículo sempre vai constar que teve sinistro, fica marcado no documento.
 
Pequena monta: Esta é a mais vantajosa das categorias de leilão, porque são pequenos danos, não constam no documento que teve sinistro, o conserto geralmente é mais baixo e você tem a possibilidade de comprar um carro bem cuidado, de alguém que rodou pouco, porém por bater o carro o seguro resolveu pagar o total do veículo.

Mas aí você se pergunta, por que a seguradora paga um carro com poucos danos?
Bom, isso é simples de responder. Se você tem seguro no carro e sofre uma batida, você vai orçar as peças e conserto em uma autorizada, geralmente na concessionária da sua cidade, ainda vai acionar o carro reserva. Um conserto que você por conta própria pagaria uns 5 mil reais, o seguro com base nas suas exigências pagaria mais que o dobro. Contudo a seguradora prefere pegar o valor que você vai pagar de franquia e leiloar seu carro, sem falar que os leilões de pequenas montas são muito bem vendidos, então é muito mais lucro para a seguradora.
 
Recuperado de financiamento: Ao meu ver esta é a pior das modalidades  para se comprar um carro, mas por que? Isso é fácil de responder, na verdade você quem vai responder a minha pergunta: Você acredita que alguém que está com a parcela atrasada há mais de 3 meses, sabendo que a qualquer momento o banco vai tomar o bem, esta pessoa vai fazer manutenção do veículo? Isso mesmo, a resposta é não. Quem não paga suas parcelar não tem dinheiro pra trocar óleo, pneus, bateria, etc. Geralmente são veículos ruins, claro que há exceções.
 
Recuperado de furto: O título já se explica, alguém teve o carro roubado e o seguro recuperou depois de já ter pago para o proprietário, portanto não tem mais como devolver para o dono e leiloa. Tem que analisar muito bem o dano que foi causado pelos ladrões, é muito comum encontrar até marca de tiros na lataria.
 
Frota: Tome cuidado, veículos em que as empresas já rodaram muito com a frota, geralmente utilizados por funcionários pouco cuidadosos e de quilometragem muito alta. Se encontrar uma frota de empresas que trocam todo ano, aí muda tudo. Mas não é a regra.
 
No geral se você tem uma oportunidade de comprar um veículo de baixa km, de boa qualidade e com preço bom, não tenha preconceito. Afinal, você compraria um apartamento de leilão? E porque não um veículo de leilão? Lembre-se que algumas financeiras não financiam o valor total do bem e caso queira fazer seguro para seu veículo, por constar sinistro, as seguradoras apenas pagam o bem em 80 a 90%. É uma ironia, já que as próprias seguradoras têm muitas vantagens em leilões de veículos.
 
Espero ter ajudado você com esta matéria. Boas compras.
Link
Jacson Carvalho

Jacson Carvalho

Jacson é Jornalista em Joinville

Tags »
Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.0%
4.0%
4.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp