01/02/2021 às 11h38min - Atualizada em 01/02/2021 às 17h37min

A força do PT do Oeste

Prisco Paraíso
A exemplo que já pontuamos neste espaço sobre a musculatura do MDB da região Oeste, de onde são quatro dos nove estaduais e um dos três federais, o PT oestino também se destaca. Até mais do que o MDB sob este contexto geográfico. 

O partido hoje tem cinco deputados em Santa Catarina. Um federal e quatro estaduais. Absolutamente todos têm base no Oeste catarinense. 

Pedro Uczai, único federal, é de Chapecó, cidade onde já foi prefeito. Entre os estaduais, também destaque para ex-prefeitos. Neodi Saretta administrou Concórdia por dois mandatos. Padre Pedro Baldissera esteve à frente do Executivo da pequena Guaraciaba, também por duas vezes consecutivas. 

Fabiano da Luz é outro que já passou pelo Executivo. Foi prefeito de Pinhalzinho também durante oito anos. Atualmente, cumpre seu primeiro mandato como deputado estadual. 
Por fim, o PT ainda conta com a atuante deputada Luciane Carminatti, que tem base em Chapecó. 

PL segue na oposição

Durante o encontro estadual do Partido Liberal (PL) , reunindo o presidente estadual , senador Jorginho Mello, prefeitos, vices, deputados e lideranças, em São José , o deputado estadual e líder da bancada na Assembleia Legislativa reafirmou que o partido manterá oposição e fiscalização ao governo de Carlos Moisés e que não deverá negociar eventuais cargos na administração estadual. 

Projeto próprio

O motivo? O próprio Naatz destacou. Ele reafirmou que o PL é o único partido que já tem candidato a governador definido para as eleições estaduais do ano que vem: o senador Jorginho Mello , e que todos os esforços e união do partido devem convergir no sentido do fortalecimento da pré-candidatura. 

Alianças

Já o senador Jorginho Mello , que abonou a filiação de novos prefeitos e vices ao partido, disse que o crescimento da sigla no estado cria responsabilidade e importância, defendendo ainda a necessidade de conversas com as lideranças de outros partidos visando o projeto eleitoral de 2022.
Papel

O PL, portanto, embalado pelo sonho majoritário de Jorginho Mello toma caminho inverso de partidos como MDB, PP e PSD, todos devidamessaente aninhados no governo Moisés da Silva (PSL). 
Ressalte-se, ainda, sem entrar no mérito do conteúdo, que o PL é o único partido que já vem fazendo oposição a Moisés. Nem o PT, sigla que vai pecando novamente por apostar num mesmo nome há 30 anos e por ter uma nota só em seu diálogo com a sociedade (oposição sem critérios a Bolsonaro), assumiu esse papel no cenário da política catarinense. Jorginho Mello, acostumado a caminhar com quem está no poder, dobra a aposta. 

Bolada

Pela primeira vez, a arrecadação estadual de Santa Catarina supera a marca de R$ 3 bilhões. Segundo dados preliminares da Secretaria da Fazenda (SEF/SC), o Estado alcançou o número nesta sexta-feira, 29, com o melhor resultado mensal de todos os tempos. A maior marca registrada até então era R$ 2,79 bilhões em outubro de 2020.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
6.0%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp