28/09/2021 às 08h49min - Atualizada em 28/09/2021 às 08h48min

Decisões paralelas

Prisco Paraíso
Fechadíssima, a bancada estadual do MDB já sinalizou internamente que não aceitará, sob qualquer hipótese, decisões com vistas a 2022 que não passem pelo diretório estadual do partido.

Então essa história de reuniões e declarações envolvendo os três pré-candidatos emedebistas, Celso Maldaner, Dário Berger e Antídio Lunelli, para uma deliberação já em outubro não passa de intenção do grupo.

Do ponto de vista prático, é o famoso jus sperneandi. O trio pode até se acertar, mas isso não significa que este será o encaminhamento partidário.

Não custa lembrar que, no primeiro semestre, houve um evento em Maravilha, base do deputado federal Celso Maldaner, quando Moisés da Silva foi convidado pelo próprio Celso a filiar-se ao Manda Brasa.


Família unida
A mulher de Maldaner, Rosimar, foi prefeita da cidade até o final de 2020, ano que o governador garantiu R$ 10 milhões para o contorno viário do município, recursos que estão sendo pagos religiosamente.

Herança
Rosimar não é mais a titular do Executivo municipal, mas o MDB dos Maldaner segue no paço, com o atual prefeito e o vice.

Futuro
O quadro é complexo. Há vários componentes no tabuleiro. Um deles é que o próprio Maldaner não vai mais disputar como deputado federal. Está no seu último mandato nesta condição. Em 2018, ainda vivo, Casildo Maldaner fez um apelo para Valdir Cobalchini não concorrer à Câmara. Ele atendeu e reelegeu-se deputado estadual.

Fora dessa
Casildo fez o mesmo apelo ao ex-deputado Valdir Colatto, que não atendeu e disputou em cima do próprio Celso Maldaner.

Fila anda
Evidentemente que Cobalchini não vai praticar o mesmo gesto duas vezes. Outro ponto. Os Maldaner desejam lançar Rosimar como deputada estadual em 2022. O detalhe é que eles moram a apenas 10 quilômetros do presidente da Alesc, Mauro de Nadal.

Nome forte
O sentimento na bancada atual do MDB, aliás, é o de não aceitar essa candidatura. A prioridade, naturalmente, é para Mauro de Nadal, que tem se destacado pela liderança serena, firme e séria, tornando-se uma das apostas para o futuro emedebista.

Ministros em SC
A Fiesc promove almoço, nesta sexta-feira, 1 de outubro, com a presença dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo) na sede da entidade, em Florianópolis.

Almoço com debate
Guedes fará uma palestra durante o ágape. À tarde, em evento do governo federal, haverá a entrega de 40 micro-ônibus a 89 prefeituras catarinenses, num repasse do Ministério da Cidadania.

Transferências
O secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, também confirmou presença.
Ela se justifica porque entre os atos oficiais a serem realizados está a transferência de 130 hectares de área na Baía Sul para o controle da prefeitura da Capital, além da transferência de barragens no Alto Vale do Itajaí, hoje controlados por Brasília, para as mãos do governo estadual, o que, em tese, deve facilitar ações para mitigação das cheias tão comuns na região.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

92.4%
5.6%
2.0%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp