27/08/2021 às 08h22min - Atualizada em 27/08/2021 às 08h20min

Primeiras denúncias no escândalo "Respiradores"

Prisco Paraíso

O MPSC ajuizou ação penal contra 14 personalidades no contexto da operação dos respiradores, aquela compra fraudulenta, superfaturada e com pagamento antecipado, sem garantias, dos 200 respiradores, lá em março de 2020. A operação custou R$ 33 milhões.

Os aparelhos nunca chegaram. Com relação aos recursos, o governo, até numa fala de Moisés, colocou que 96% desse valor já estaria recuperado ou bloqueado. Restariam apenas 4% ainda por recuperar.

Claro que foi uma estratégia do governador, que sabe que esse assunto vai estar sobre a cabeça dele e que vai ser usado em 2022.

Embora ele tenha sido eximido por todas as instâncias investigativas e judiciárias, essa nova ação agora deixou Moisés de fora novamente, mas incluiu nove empresários em crimes de gravidade. Em crimes menores, cinco agentes públicos foram denunciados. Ou seja, o MPSC não identificou prática de corrupção entre os agentes públicos, com destaque para dois deles, os ex-secretários da Casa Civil, Douglas Borba, e Helton Zeferino, da Saúde.

 

Enquadramento
Borba responde por estelionato e agora todos os detalhes da relação dele com a empresa Veigamed serão aprofundados.

 

Menos grave
Sobre Helton Zeferino, provavelmente houve ali uma imperícia administrativa e ele vai responder por isso.

 

Limpo
A respeito de Amandio Silva Junior ficou de fora, não foi enquadrado. Comprova aquilo que já se sabia, que se trata de um empresário sério e correto.

 

Esperança
O governador espera que os trâmites avancem rapidamente, o que seria benéfico para ele do ponto de vista político.

Já Santa Catarina espera que os culpados sejam devidamente punidos.

 

Teatro
Esse desfecho também só comprova que a CPI aberta na Alesc sobre o caso não passou de um grande circo. Todos os protagonistas daquele picadeiro foram derrotados nas urnas.

 

Tom
Chama cada vez mais a atenção a unidade e a sintonia da bancada do MDB na Assembleia Legislativa. O segmento hoje é o mais forte do partido no estado e vem dando o tom dos encaminhamentos emedebistas. O grupo atualizou as conversas ontem durante e ao final da sessão ordinária na Casa, no Plenário Osni Régis.  Presenças do líder Valdir Cobalchini e do presidente Mauro de Nadal.  Só o deputado Volnei Weber, em agenda externa, não participou do encontro informal. Nada deliberativo, mas muito significativo no contexto atual.

 

Comemoração
O prefeito de Ibirama, Adriano Poffo, alcançou na noite de ontem uma vitória que impactará diretamente o desenvolvimento das áreas consolidadas dos municípios de todo Brasil.

 

Porta-voz
Representando a Amavi e Fecam, ele foi um dos grandes articuladores do PL 2510, de autoria do deputado Peninha, que atribui aos municípios a legislação referente às áreas de preservação permanente nas áreas urbanas consolidadas.

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.7%
6.8%
2.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp