25/08/2021 às 08h31min - Atualizada em 25/08/2021 às 08h29min

Reaglutinação emedebista

Prisco Paraíso
Até o começo desta semana, o MDB de Santa Catarina vinha vivendo um clima de divisão interna que poderia desaguar num racha partidário em função da disputa com vistas às prévias.
Prevaleceu, contudo, a força e a unidade da bancada estadual do partido, composta por 10 deputados se considerarmos a suplente Dirce Heiderschedit em pleno exercício do mandato.
Os deputados estaduais firmaram posição para que as prévias ocorram, se ocorrerem, somente em 2022. Em princípio, no dia 15 de fevereiro.
A data original era o dia 15 de agosto. Após o primeiro adiamento foi ficando aparente que o pleito interno não ocorreria em 2021.
 
Força da bancada
Prevaleceu a unidade da bancada do MDB na queda-de-braço sobre as prévias partidárias.
Com isso, o partido segue dando sustentabilidade ao governo Moisés da Silva. O MDB ocupa várias secretarias e cargos nos mais variados escalões da administração pública.
 
Prazo fatal
Aqueles que forem disputar as eleições poderão permanecer nos cargos até o prazo fatal de desincompatibilização, em abril de 2022.
Por trás desse encaminhamento emedebista, ficou muito claro que Moisés está namorando o MDB e o MDB, namorando Moisés.
 
Canal azeitado
Enquanto isso, o partido desfruta da boa convivência administrativa, ocupando cargos estratégicos, tendo acesso a emendas parlamentares e outros tantos tipos de acessos a soluções dentro da máquina estadual.
 
Ligações históricas
Moisés da Silva está sem partido há dois meses após desembarcar do PSL. Cresce a possibilidade dele vir a assinar ficha no MDB. Evidentemente que, se assinar, será para ser candidato à reeleição, o que sepultaria definitivamente as prévias.
 
Tempo ao tempo
O MDB vai monitorar, por pesquisas, a evolução dos três pré-candidatos a governador: Antídio Lunelli, Dário Berger e Celso Maldaner.
 
Tertius
Se nenhum dos três deslanchar, o MDB, sem sombra de dúvidas, vai apostar todas as fichas no atual governador. Até mesmo numa composição de chapa pura, com Celso Maldaner de vice e Dário novamente ao Senado, por exemplo.
Antídio Lunelli completaria o mandato em Jaraguá do Sul, preparando-se para o futuro.
 
Projeções eleitorais
Dois aspectos importantes nessa história toda: a força da bancada estadual do MDB e as perspectivas de reeleição de Moisés. O grupo está num flerte frenético com o governador que, aliás, superou dois pedidos de impeachment, está com as finanças estaduais saneadas e fazendo política como nunca!
 
Mais um
Claudir Duarte, o Dire, prefeito do município de Ouro, assinou ficha no PL, partido pilotado em Santa Catarina pelo senador Jorginho Mello. Segundo a assessoria, Dire é o 38º prefeito nas fileiras liberais.
 
Acima da média
O Índice de Atividade Econômica (IBC) em Santa Catarina avançou 9,13% de janeiro a junho deste ano na comparação com o primeiro semestre de 2020. No mesmo período, o Brasil teve expansão de 7,01%, conforme o indicador medido pelo Banco Central, analisado pelo Observatório Fiesc.
 
No topo
No dado dessazonalizado de junho, o IBC alcançou a terceira elevação consecutiva no estado, com expansão de 0,36% na comparação com maio.
Em relação a junho de 2020, Santa Catarina teve uma expansão da atividade econômica de 10,15% – o resultado também ficou acima da média nacional que foi de 9,07%. O desempenho mantém Santa Catarina na terceira posição entre os estados brasileiros, atrás do Espírito Santo e do Amazonas.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

90.7%
6.8%
2.5%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp