30/07/2021 às 09h18min - Atualizada em 30/07/2021 às 09h17min

Dormindo com o inimigo

Prisco Paraíso

O senador Ciro Nogueira, novo Chefe da Casa Civil, já chamou o presidente da República de fascista, preconceituoso e defendeu o ex-presidiário Lula da Silva, dizendo que foi o melhor presidente da história deste país.

E foi além. Afirmou que não se veria numa eleição votando contra o petista, a quem encheu de elogios por seus programas de governo, uma parte considerável, sabe-se hoje, baseada em propaganda e marketing, uma das especialidades da esquerda.

Nogueira é do Progressistas do Piauí e concedeu a tal entrevista em 2017, quando ainda pairavam dúvidas sobre a condição eleitoral do ex-presidiário. Naquela oportunidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) o considerou inelegível. Depois do golpe branco de Edson Fachin, um dos ministros militantes de esquerda, o ex-presidiário passou a ser elegível, como num passe de mágica, menos de quatro anos após aquela definição das supremas togas.

Todo poderoso
Pois muito bem. O fato é que Ciro Nogueira vai pilotar toda a interlocução política do Planalto junto ao Congresso Nacional, bem como os principais encaminhamentos administrativos do governo.
 

Cara de pau
O que também não passou despercebido nesse mar de contradições, foi a manifestação de Lula da Silva. O ex-mito veio a público criticar a presença do Centrão no governo.

Corrupção sistêmica
É mais uma faceta da desfaçatez suprema, eterna desse personagem. O Centrão dominou os governos lulo-petistas, fazendo, literalmente, a festa no sistema mais corrupto da história deste país.

De volta
Enfim, agora o Centrão volta a dar as cartas, pois controla em torno de 250 deputados. Sem este contingente, não se governa o Brasil. Resta saber até que ponto Bolsonaro vai deixar correr frouxo e ou se vai levar a turma na rédea curta.

Vão os anéis
Noves fora esse contexto do teatro dos absurdos instalado na ilha da fantasia que é Brasília, Jair Bolsonaro dá provas contundentes de sua tibieza política ao trazer um lulista de carteirinha para dentro de casa. Com poderes para ajustar ou arruinar a gestão.

Reta final
Em reunião conjunta realizada entre as comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Trabalho, os deputados apresentaram o relatório preliminar da reforma da previdência dos servidores públicos do estado. O texto final deverá ser analisado pelos parlamentares no próximo dia 3 de agosto e a votação em plenário está marcada para o dia 4 de agosto, quarta-feira.

Novo magistrado
Moisés da Silva nomeou o advogado Diogo Nicolau Pítsica para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Pítsica foi o mais votado na sessão do Tribunal Pleno que decidiu a lista tríplice para vaga destinada a membros da advocacia pela regra do quinto constitucional.

Elogiado
O nome do novo desembargador foi confirmado pelo chefe do Executivo nas redes sociais. "Entre três excelentes nomes, informo que Diogo Nicolau Pítsica será o novo desembargador do TJSC. Estou certo de que o exercício da função será pautado pela competência técnica, idoneidade e demais qualidades democraticamente respaldadas por seus pares da advocacia catarinense", escreveu Moisés.

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
6.0%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp