29/07/2021 às 08h20min - Atualizada em 29/07/2021 às 08h19min

Moisés praticamente descarta grandes partidos

Prisco Paraíso
O governador Moisés da Silva tem tudo para ingressar num partido pequeno devido às dificuldades de espaço em maiores legendas. Houve um determinado momento em que ele arrumava as malas para aportar no Progressistas, mas o projeto, ao que tudo indica, subiu no telhado. 
 
A tendência, segundo interlocutor privilegiado, é o ingresso do governador no Republicanos, partido do deputado estadual Sérgio Motta; ou no PSC, de outro estadual, Jair Miotto, que é afilhado político do ex-deputado Narcizo Parisotto. O que eles têm em comum é o fato de serem líderes evangélicos comandando partidos com este perfil, mesma fé que Moisés da Silva professa. 
 
O governador sinaliza que está ciente de que o MDB e o PP, embora hoje estejam juntos no governo, não estarão com ele na reeleição, quadro que é cristalino a esta altura do campeonato. 
 
Arco de alianças
A vantagem de Moisés em uma sigla de menor expressão é a possibilidade mais ampla de coligações. Um dos alvos é o PSD, o que não impediria o PP de estar junto, por exemplo, ou mesmo até o MDB, o que já seria mais complicado. O Manda Brasa se mobiliza para ter cabeça de chapa, inclusive com disputas internas. 
 
Parceria
O PSD, contudo, é a legenda estratégia para o projeto reeleitoral do governador, justamente por abrir a possibilidade de arco de alianças nas duas pontas: ou com o PP ou com o MDB. 
O partido também faz parte do governo, com postos estratégicos e a influência do deputado Julio Garcia em segmentos importunes. 
 
Eterna dúvida
O PP está praticamente descartado dos planos do governador devido à eterna indefinição do senador Esperidião Amin. 
 
Indefinições
Aliás, nos dois maiores partidos, a indefinição é a palavra de ordem. Se, no Progressistas, ela atende pelo nome de Esperidião Amin, no MDB ela é até mais ampla: passa pela realização, ou não das prévias, que estão em stand by neste momento, e pela tríplice disputa à cabeça de chapa entre Celso Maldaner, Antídio Lunelli e Dário Berger. 
 
Turismo
O Fórum de Turismo da Grande Florianópolis (Fortur), em parceria com os principais agentes do setor, lança nesta quinta-feira o Plano de Promoção Integrada do Turismo de Florianópolis e Região, em evento híbrido (presencial e online), a partir das 9h, no Terraço Panorâmico do Floripa Airport. 
 
Cinquenta frentes
Na ocasião, será apresentado ao mercado um planejamento com cerca de 50 ações, em três frentes de trabalho: Marketing Digital com foco no público final e perfil do viajante, relacionamento com os principais distribuidores dos destinos turísticos e eventos do setor. Todas as ações buscam a retomada segura e organizada do turismo, um dos setores mais afetados pela pandemia da Covid-19.  
 
Voando alto
O evento também marcará a chegada a Santa Catarina da mais nova cia aérea do Brasil, a ITA Transportes Aéreos, com a presença dos principais executivos da empresa. O voo inaugural da ITA para Santa Catarina ocorre neste domingo (dia 1), com a rota Guarulhos-Florianópolis.
Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

91.3%
6.0%
2.7%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp