05/07/2021 às 09h45min - Atualizada em 05/07/2021 às 09h42min

Passando de todos os limites!

Prisco Paraíso

Este fim de semana promete ser eletrizante no contexto da política nacional. A CPI do Circo continua aprontando das suas. O que se viu até agora foi um festival de forçação de barra sem limites. Com um único objetivo: desestabilizar o governo durante um dos piores momentos da história.

Agora surgiram as tais denúncias com suposto pedido de propina para compra de duas vacinas, a partir do depoimento do tal deputado Luis Miranda, uma figurinha carimbada, envolvido em trambiques os mais variados ao longo de sua “trajetória.”

Já foi acusado e denunciado em várias frentes. É, muito provavelmente, mais enrolado até do que muitos dos membros desta questionável CPI, uma iniciativa absolutamente politiqueira, que procura, a qualquer custo, criar um fato com vistas ao processo eleitoral de 2022.

Barrabás

Claro que todo um este jogo de velhacos sem escrúpulos é voltado para favorecer o ex-presidiário Lula da Silva, agora novamente guindado à condição de presidenciável, graças ao papel desempenhado pela vergonhosa atuação do Supremo Tribunal Federal (STF).


Cavando mais

A constatação de que já chegamos ao fundo do poço é evidente. A corte está se dando ao desplante de tratar de assuntos quase que insignificantes do ponto de vista de seu papel maior, que seria guardar a Constituição.


Picuinhas

Logo na volta do recesso, atendendo pedido do ministro Edson Fachin, o presidente Luiz Fux vai pautar a ação patrocinada pelo PSDB para obrigar o presidente da República a usar máscara. Claro que Jair Bolsanaro age mal em não usar máscaras e ao promover aglomerações. Agora isso é lá assunto para manifestações do STF? Convenhamos. Este é o nível de politicagem que contamina a atual composição do Supremo até a medula.


Contra as leis

E quando se posicionam sobre assuntos de relevo, os ministros seguem cometendo atentados contra o que deveriam guardar: a Carta Magna e as leis do país, interpretadas por eles ao sabor das conveniências eleitoreiras do momento.


Amigos do peito

Ricardo Lewandowsky, que costumava levar sua mãe para tomar café e comer frango frito no apartamento de Lula da Silva em São Bernardo do Campos, o que lhe assegurou uma das 11 cadeiras do STF (!), agora quer derrubar todas as delações da Odebrecht, recheadas de denúncias contra o ex-mito, com propinas, mesadas, compra de instituto e por aí vai.


Réus confessos

Grandes empresários, réus confessos, reconheceram que distribuíram propina farta. De uma hora pra outra, no entanto, este outro amigão de Lula da Silva quer simplesmente anular tudo.


Golpe

Golpistas. Estes senhores e senhoras passaram de todos os limites. São advogados de defesa travestidos de juízes supremos, fazendo os mais escusos conchavos de bastidores, no diapasão da mais baixa politicagem possível.


Articulação rasteira

Outra neste cenário. Alexandre de Moraes, tucano da gema, atuou forte nos bastidores, conversando com presidentes de uma dúzia de partidos para inviabilizar o voto auditável e impresso. Ativismo político que nem aqui nem na China comunista e ditatorial cabe no papel de um juiz. Ainda mais de um ministro do Supremo.


Deus nos acuda

Definitivamente, este STF é uma das coisas mais horrorosas que temos no Brasil atual. Não há, entre os 11, um que se salve! E salve-se quem puder!

Link
Prisco Paraíso

Prisco Paraíso

Comentarista Político

Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da criação da região metropolitana de Joinville?

93.5%
4.3%
2.2%
Anuncie no AJ
Atendimento
Quer divulgar sua empresa? fale conosco pelo Whatsapp