Ciclorrota será implantada em Joinville nesta terça-feira (17)

O projeto será realizado de maneira experimental e avaliado para que posteriormente possa ser ampliado para outras ruas

Por Redação Agora Joinville 16/10/2017 - 16:04 hs
Foto: Karollayne Rosa/Agora Joinville
Ciclorrota será implantada em Joinville nesta terça-feira (17)
As ciclorrotas têm a função de reforçar o compartilhamento da via, que já é previsto pelo CTB

A partir desta terça-feira (17) Joinville vai contar com uma ciclorrota – quando ruas com tráfego de baixa velocidade passam a ser compartilhadas por carros e ciclistas sem separação física.

As ciclorrotas têm a função de reforçar o compartilhamento da via, que já é previsto pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), mas de uma forma segura e educativa de acordo com a Prefeitura de Joinville.

As ruas escolhidas para fazer parte dessa ciclorrota são: parte da rua XV de Novembro (trecho entre a rua do Príncipe até a Dona Francisca), parte da rua do Príncipe (da XV de Novembro até Marinho Lobo), rua Marinho Lobo e rua Rio Branco (trecho da Marinho Lobo até a 9 de Março). 

Nestas vias a velocidade máxima é de 30 quilômetros por hora.

A orientação será feita com sinalização horizontal, com pintura no asfalto, e vertical.

O projeto será experimental. Após a implantação, será avaliado para que seja ampliado, incluindo outras ruas e regiões.

Você sabe a diferença entre ciclorrota, ciclovia e ciclofaixa?

Ciclorrota

Rota amigável pré-estabelecida para o tráfego de bicicletas com pintura na pista e sinalização vertical, não possuindo nenhuma delimitação entre os veículos.

É também conhecida como via de tráfego compartilhado. A ciclorrota também pode configurar-se quando no uso de calçada compartilhada.

Ciclovia

É um espaço segregado para fluxo de bicicletas. Isso significa que há uma separação física isolando os ciclistas dos demais veículos. 

Essa separação pode ser através de mureta, meio fio, grade, blocos de concreto ou outro tipo de isolamento fixo. 

Ciclofaixa

É quando há apenas uma faixa pintada no chão, sem separação física de qualquer tipo (inclusive cones ou cavaletes).

Pode haver “olhos de gato” ou no máximo os tachões do tipo “tartaruga”, como os que separam as faixas de ônibus.